FOTO: DIVULGAÇÃO/COSAMA

A campanha “Outubro Rosa” divulgada pelo Governo do Estado foi tema de um bate-papo realizado pela Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama) com objetivo de levar a conscientização de prevenção à saúde da mulher, envolvendo todos os colaboradores na causa.

A médica ginecologista Dra. Margareth Campos realizou a conversa com as servidoras da sede da Cosama nesta quarta-feira (16) para esclarecer dúvidas quanto à saúde feminina, mas principalmente quanto aos métodos de prevenção aos dois tipos de câncer que tem afetado tão drasticamente a população feminina brasileira.

Outro assunto abordado foi quanto aos exames preventivos. A ginecologista ressaltou o autoexame como prioritário. “A mulher, antes mesmo de procurar um profissional competente, precisa se auto avaliar, e isso é simples, pode ser feito com as próprias mãos. Se a mama apresentar alguma anomalia, dor ou coloração diferente, já é extremamente necessário a avaliação médica”, diz ela.

As colaboradoras sentiram-se à vontade para questionar e esclarecer dúvidas. “O momento foi muito agradável, pois as dúvidas de uma poderiam ser as mesmas dúvidas de outra, e assim por diante. Acredito que o mais importante foi reforçado: a prevenção”, declarou a psicóloga Fabiana Tupinambá.

Ação conjunta – Durante o mês de Outubro a Cosama tem incentivado as colaboradoras à prevenção do câncer, visto que o câncer de mama é o segundo tipo que mais atinge as mulheres brasileiras, e o câncer no colo do útero tem se tornado cada vez mais comum, chegando a ser o quarto maior motivo da causa da morte de mulheres no Brasil.

Durante a primeira e a segunda semana de outubro, a sede em Manaus e as agências da Cosama nos 13 municípios em que está presente também mobilizaram os colaboradores e a população local quanto à importância da prevenção do câncer. As agências foram sinalizadas com o laço rosa, em alusão à campanha, e os colaboradores, identificados também com a cor rosa, estavam reunidos para lembrar sobre a prevenção e os cuidados para a saúde feminina.

*As informações são da assessoria