Covid-19: pesquisas de vacina do Brasil sofrem com falta de financiamento

Foto: Boonchai Wedmakawand

Há quase nove meses convivendo com o coronavírus e tendo que transformar hábitos para se manter livre da Covid-19, o brasileiro espera, com ansiedade, o desenvolvimento de uma vacina que seja eficaz e segura. O Brasil comprou doses da vacina de Oxford, na Inglaterra. Há discussões sobre a imunização chinesa e novidades sobre a fórmula russa – porém, há também iniciativas nacionais tentando encontrar respostas para o problema.

Pelo menos 11 pesquisas para candidatas à vacina contra Covid-19 estão em desenvolvimento no país. As universidade de São Paulo (USP), a Federal de Minas Gerais (UFMG), a Federal do Paraná (UFPR), o Instituto Butantan e a Fiocruz/Bio-Manguinhos são algumas das instituições que estão em busca de uma solução segura e eficaz 100% nacional.

A maioria dos projetos ainda está na fase de testes em animais, uma etapa inicial em estudos de imunizações. A expectativa é que os ensaios clínicos com humanos comecem apenas a partir do segundo semestre de 2021.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta