Covid: 60% dos infectados não têm sintomas na semana antes do resultado positivo

Foto: Reprodução

Um estudo feito com mais de 1 milhão de voluntários na Inglaterra aponta que cerca de 60% das pessoas diagnosticadas com Covid-19 não relataram nenhum sintoma da doença na semana que antecedeu o resultado positivo no teste. As conclusões do estudo, ainda preliminares, foram divulgadas on-line na quarta-feira (10) e estão em revisão para serem publicadas no “British Medical Journal”. Com informações do G1.

A ausência de sintomas nas pessoas infectadas é apontada como um desafio extra para barrar o avanço do coronavírus: desde os primeiros estudos sobre o tema, especialistas alertam que o uso de máscaras e o distanciamento são essenciais, já que nem sempre há indícios físicos que indiquem quem está infectado e mesmo os assintomáticos têm carga viral de coronavírus tão alta quanto a dos pacientes com sintomas.

A pesquisa divulgada nesta quarta integra o estudo “React-1”, que está em andamento e envolve a realização de testes do tipo PCR em mais de 150 mil pessoas escolhidas de forma aleatória na Inglaterra todo mês. O teste PCR é considerado padrão ouro de diagnóstico da Covid, porque detecta no laboratório pedaços do material genético do coronavírus nas amostras.

Para chegar à conclusão, os cientistas analisaram testes e questionários feitos de junho de 2020 até janeiro deste ano. As análises foram feitas em sete rodadas, conduzidas mensalmente.