Manaus

Creches municipais de Manaus recebem kit de merenda com produtos da agricultura familiar

Foto: Alex Pazuello / Semed

A Prefeitura de Manaus iniciou, nesta terça-feira (23), a entrega dos kits de merenda escolar da agricultura familiar para crianças das creches municipais. Serão 2,3 mil crianças de 1 a 3 anos de idade beneficiadas com itens alimentícios como abacaxi, banana, abobrinha, macaxeira, mamão, limão, laranja, cebola e cenoura. A previsão é que todos os kits sejam entregues até a próxima semana.

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Pauderney Avelino, essa ação da prefeitura é mais uma que visa assegurar uma alimentação saudável às crianças, que por conta do isolamento social estão em casa.

“Estão sendo distribuídos 2,3 mil kits para as crianças das creches. A merenda é composta de produtos da agricultura familiar, inclusive com proteína. Esses kits serão enviados às creches e lá os pais dos alunos vão retirá-los. Nesse momento, esse trabalho já está sendo executado por determinação do prefeito David Almeida”, afirma.

Além disso, com a ação, a prefeitura busca evitar problemas que afetem a saúde dos estudantes, uma vez que os produtos hortifrutis são fontes de vitaminas, nutrientes e fibras. A falta deles pode acarretar em imunidade baixa e até doenças.

O chefe de departamento da Semed, Eugênio Coutinho, explicou que os itens fornecidos atendem às exigências nutricionais do Ministério de Educação (MEC) e também foram analisados pelos nutricionistas da Semed, que verificam a qualidade dos produtos distribuídos nas escolas.

“Apesar do período de pandemia, os estudantes da rede municipal de ensino estão com o direito à alimentação saudável assegurado. Além disso, estamos garantindo emprego e renda para o setor rural, mesmo em um período como esse que requer isolamento social. A Semed reiniciou, dessa forma, a programação de trabalho com produtos da agricultura familiar. Serão distribuídos itens de nove associações e cooperativas, contempladas pelos editais públicos da Chamada Pública nº 001/2019, envolvendo mais de mil famílias de produtores rurais, que possuem Termo de Contrato em vigor com a Semed”, pontuou.

Os recursos financeiros para a aquisição dos produtos são repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar (FNDE), por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). A lei que rege essa disposição, a de nº 11.947/2009, determina que, no mínimo, 30% dos recursos disponibilizados pelo programa devem ser utilizados na aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar.

As informações são da Assessoria.