Brasil

Críticos do MAM nas redes sociais são homens, religiosos e de direita

Redação..
Postado por Redação..

Após a performance de um artista nu no Museu de Arte Moderna (MAM), no Ibirapuera, Zona Sul de São Paulo, ter gerado polêmica, uma pesquisa aponta o perfil dos críticos que atacaram o museu nas redes sociais.

Como destaca a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o perfil médio dos que foram contra o MAM é de homem (62%), evangélico (40%) e de direita (82%). A maioria dos críticos tem entre 35 e 44 anos, são brancos, casados, de classe média e com ensino superior. Cerca de 60% são de São Paulo.

O levantamento foi realizado pela empresa SocialQI, de Daniel Braga, responsável pela comunicação pessoal de João Doria nas redes sociais. O prefeito de São Paulo publicou um vídeo em seu perfil criticando a mostra e recebeu o apoio de 82% dos seguidores.

A pesquisa também indica que 157 mil pessoas comentaram o assunto até a quarta (4) em sites, blogs e redes sociais como Facebook, Twitter e Instagram: 66% se posicionaram contra a performance, 16% foram neutros e 18% defenderam o MAM.

Fonte: Noticias ao minuto

Comentários

comentários


1 Comentário

Deixe um comentário