Cuidados na firma: como serão os escritórios após a pandemia de coronavírus

Foto: Reprodução

A pesar do novo coronavírus continuar contaminando milhares de pessoas por dia, muitas profissões retornaram às atividades presenciais. Nos ambientes corporativos, cuidados preventivos, como uso da máscara e higienização constante das mãos, prosseguem como medidas essenciais para conter o avanço da doença. No entanto, outras ações precisam ser reforçadas.

De acordo com Sérgio Borges, especialista em arquitetura corporativa, a pandemia da Covid-19 transformou as perspectivas arquitetônicas sobre os escritórios. Segundo ele, até três meses atrás, se debatia a integração e o conforto dos funcionários, facilitando a troca de informações e o trabalho conjunto. Agora, a nova perspectiva é baseada na segurança e na saúde das pessoas, que, ao saírem de casa, já estão sob o risco de contaminação.

“Por mais que a vacina saia hoje, o conceito mudou. O ambiente não precisa ser só seguro, tem que parecer seguro. Caso contrário, a pessoa não conseguirá se concentrar porque estará pensando se aquele lugar é limpo o suficiente”, argumenta o arquiteto.

Leia a matéria completa o Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.