Política

David Almeida afirma que vai acelerar obras que estão com recurso em caixa



Segundo David Almeida, ao assumir o governo muitos recursos já estavam carimbados- foto: divulgação/Assessoria
Redação
Postado por Redação

Com R$ 500 milhões em caixa, o governador David Almeida pretende acelerar a realização de obras para movimentar a economia do Estado, gerando emprego e renda nos municípios. Para isso, vai aplicar os recursos disponíveis para pavimentar estradas e ramais, asfaltar sistemas viários e concluir a construção de prédios da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) no interior do estado.

Segundo David Almeida, ao assumir o governo muitos recursos já estavam carimbados. Ou seja, não poderiam ser utilizados para pagamento de pessoal, promoção ou escalonamento da PM, nem para custeio. O próprio governador está acompanhando o andamento das obras. Tem visitado, semanalmente, as da AM-070, que liga Manaus ao município de Novo Airão. Segundo ele, as obras da Avenida das Flores também estão bastante adiantadas.

No interior do Estado, a meta é concluir as obras que estão em curso, fazer licitação e dar ordem de serviços àquelas que já possuem recursos liberados. Nesta segunda-feira (19), o governador deve dar a ordem de serviço para o asfaltamento do Ramal do Arapapá, em Manacapuru e também já havia anunciado que vai ao Rio Preto da Eva, onde serão investidos R$ 19,331 milhões na pavimentação dos ramais do Alto Rio, do Baixo Rio, do Procópio e ZF-9.

O Governo vai liberar também verba para asfaltamento do ramal do Gama, em Guajará; ramal do Pernambuco, em Ipixuna; do sistema viário de Eirunepé. Além da pavimentação e drenagem da sede de Carauari, que já estão 100% concluídas.

Interior

Em Tefé, David Almeida pretende concluir o asfaltamento da cidade e recuperar a estrada da Agrovila e da Emade. A sede, comunidades vizinhas e seis ramais de Tabatinga também receberão investimentos. Em Borba, tá garantida a pavimentação Borba-Mapiá. Em Nova Olinda tá garantido a conclusão do estrada do Fontenele e a infraestrutura da sede.

Manacapuru, Itacoatiara e Parintins, as três maiores cidades do Amazonas depois de Manaus, também serão contempladas com recuperação do asfaltos do sistema viário.

Com os recursos das contribuições de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), o governador pretende recuperar estradas nos municípios de Itapiranga, de Silves, de novo Airão e Autazes. Além disso, está aguardando estudo para iniciar a recuperação da estrada de Novo Remanso.

Outra prioridade do governador é a conclusão das obras nos prédios da UEA em São Sebastião do Uatumã, Tapauá e Parintins.

Segundo David Almeida, mesmo com a realização dessas obras, o próximo governador ainda vai encontrar muito dinheiro no cofre do Estado. “São mais de R$ 500 milhões em empréstimos e somando todas as obras não chega a R$ 300 milhões. Esse dinheiro precisa ser investido na economia dos municípios para que possa circular e gerar mais emprego e renda para a população”, ressaltou.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários



Deixe um comentário

error: COPIAR SEM DAR CRÉDITO É CRIME!