Defensoras e defensores públicos receberão EPI’s para se proteger no atendimento presencial

Foto: Divulgação

A Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Estado do Amazonas (ADEPAM) entregará um kit de proteção, na próxima quarta-feira (16) às 10h, na sede da Defensoria Pública do Estado do Amazonas, localizada na Avenida André Araújo n˚ 679 – bairro Aleixo, para associadas e associadas, em razão do retorno às atividades presenciais, conforme calendário estabelecido pela instituição.

O ciclo de retorno do atendimento presencial começou no dia 17 de agosto para a inicial de família e nesta segunda-feira, dia 14 de setembro, foi a vez da inicial cível voltar a atender as pessoas que agendaram pelo 129 ou pelo site da Defensoria Pública.

“A pandemia não passou. Esta ação tem efeito duplamente preventivo. Os associados estarão protegidos assim como os assistidos que buscarem o atendimento presencial. A Adepam também irá estimular o aspecto pedagógico. Para isso, estamos convidando cada associada, cada associado, a postar uma foto utilizando a máscara presenteada pela Adepam nas suas redes sociais para estimular que outras pessoas não relaxem na proteção à Covid-19. Adotando os cuidados, pode-se impedir que a Defensoria se torne foco de infecção”, explicou presidente da Adepam, Arlindo Gonçalves.

Equipamento de Proteção Individual

A associação irá distribuir dois tipos de máscaras: uma com reforço triplo e outra mais leve, que permite, inclusive, a realização de exercícios físicos. O álcool em gel entregue faz parte de outra campanha, que a associação abraçou em nome das associadas e dos associados. Isadora Thury, diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (uma doença rara e degenerativa), precisa tomar um medicamento que custa R$ 12 milhões até os dois anos. Sem o remédio importado, pode morrer ou ficar dependente de respirador. O álcool que a ADEPAM entrega servirá para a proteção pessoal, ao mesmo tempo, a aquisição do produto proporcionou um sopro de otimismo para uma família que luta contra o relógio para salvar uma criança que nasceu com atrofia muscular espinhal.

As informações são da assessoria