DEHS apresenta “falsos amigos” que mataram trabalhador em casa

(Imagem: Divulgação)

Nesta quarta-feira (22), chegou ao fim o mistério que envolvia a morte do técnico em informativa Vinicius Garcia de Siqueira, 39, residente na rua Doutor Nilson Vasconcelos, conjunto Hiléia, bairro Redenção, zona centro-oeste, ocorrida no dia 1º de novembro.

O delegado Juan Valério, titular da Homicídios e Sequestros (DEHS), e equipe apresentaram João Victor Andrade Ferreira da Silva, 19, e Júlio César Ferreira e Silva, 22, como um dos três que participaram na morte de Vinicius. O terceiro elemento identificado como Antônio Marcos Moura Lisboa está foragido.

Segundo a versão contada, os três foram em princípio jogar videogame para distrair a vítima, mas levaram um remédio para dopá-lo e assim roubaram alguns objetos de valor do local, como jogos, videogame, entre outros. O técnico voltou a si tentando se defender, mas lhe aplicaram um “mata leão” e enforcaram com fios elétricos até morrer.

A dupla está a disposição da justiça e foi encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).