Cidades

Delegacia do Consumidor disponibiliza números do disque-denúncia

A disponibilização dos números de telefone é uma forma de colocar à disposição da sociedade mais uma ferramenta de atendimento ao consumidor- foto: divulgação/PC
Redação
Postado por Redação

A Polícia Civil do Amazonas, representada por Eduardo Paixão, delegado titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), torna público os números do disque-denúncia da unidade policial: (92) 99962-2405 e 3214-2264, disponibilizados à população para o repasse de delações relacionadas ao atendimento à pessoa física e consumidor.

De acordo com a autoridade policial, a disponibilização dos números de telefone da especializada, feita às vésperas do Dia Mundial do Consumidor, comemorado em 15 de março, é uma forma de colocar à disposição da sociedade mais uma ferramenta de atendimento ao consumidor, mediando, inclusive, conciliações com o empresariado em todo o Estado.

“Por meio desta ferramenta, temos por objetivo estreitar os laços com o cidadão comum. Temos a noção de que o consumidor é vulnerável e muitas vezes desrespeitado. É inadmissível a postura de indiferença que alguns empresários têm com seus clientes. Com isso, afirmo que a Decon será uma especializada atenta aos diversos casos denunciados e registrados por nossas equipes, bem como flagrantes”, destacou Paixão.

Parcerias

O delegado ressaltou, ainda, que na manhã desta sexta-feira (9), durante reunião com servidores da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf) e médicos veterinários Haruo Takatani, Juliana Prado e Eudimar Costa, foram agendadas operações conjuntas envolvendo as equipes da Decon e agentes da Adaf. As ações, segundo a autoridade policial, serão deflagradas com o intuito de fiscalizar e apurar denúncias em estabelecimentos comerciais na capital.

Substituição

O delegado Eduardo Paixão assumiu a titularidade da Decon no dia 8 de fevereiro deste ano, em substituição ao delegado Lázaro Ramos, que passou a responder pela presidência da Comissão Permanente de Progressão Funcional (CPPF) e Comissão de Acompanhamento de Estágio Probatório (Caep) da Polícia Civil do Estado.

Com informações da assessoria

Deixe um comentário