Mundo

Deltacron: Universidade identifica 25 casos de variante que combina a delta com a ômicron

Foto: Pexels

Pesquisadores do Chipre alertam para a descoberta de uma nova cepa que é uma versão combinada das variantes Ômicron e Delta, que está sendo chamada de Deltacron.

De acordo com Leondios Kostrikis, professor de Biologia na Universidade de Chipre, e diretor do laboratório de biotecnologia e virologia molecular, há pelo menos 25 pessoas infectadas com o vírus.

As sequências dos 25 casos de Deltacron, que tem a assinatura genética de Ômicron e os genomas de Delta, foram enviadas ao Gisaid, o banco de dados internacional que rastreia as alterações no vírus.

“Veremos no futuro se esta cepa é mais patológica ou contagiosa ou se vai prevalecer sobre as outras variantes”, disse Kostrikis.

Novas variantes irão surgir

É importante saber que novas variantes do coronavírus vão continuar surgindo porque todos os vírus, incluindo o SARS-CoV-2, mudam com o tempo.

E quanto mais oportunidades o vírus tiver de se espalhar, mais chances ele terá de se replicar e mudar. Por isso, e excesso de contágio é o cenário perfeito para que o vírus se adapte para sobreviver e surja daí novas versões dele.

É daí que vem a preocupação da Organização Mundial da Saúde (OMS) com a distribuição mais justa e igualitária de imunizantes. A preocupação é com países com a vacinação atrasada que ficam com suas populações mais desprotegidas e suscetíveis ao surgimento de novas variantes.

Além da vacinação, as medidas preventivas ainda se fazem necessárias, já que a pandemia ainda não chegou ao fim. Se você for sair de casa, vá de máscara e evite se aglomerar sem necessidade. Com informações do Catraca Livre.