Dezessete crimes eleitorais e 21 prisões ocorreram no AM até a manhã deste domingo (15)

Foto: Divulgação

O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e o Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas, bases da capital e base do interior, respectivamente, registraram até a manhã deste domingo (15), dia do pleito eleitoral, 17 crimes eleitorais e 21 prisões relacionadas a crimes eleitorais no estado. Um adolescente também foi apreendido durante as ações.

Os números são parciais e devem ser atualizados nas próximas horas. Pela manhã, o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, apresentou o balanço das ações ao lado do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, e da delegada-geral da Polícia Civil, Emília Ferraz, em coletiva de imprensa virtual realizada na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM).

Os crimes eleitorais registrados foram compra de votos, falsidade ideológica, concentração de eleitores e impedimento ou embaraço ao exercício do voto. As ocorrências foram registradas em Manaus, Nhamundá, Coari, Itacoatiara, Canutama, Benjamin Constant, Beruri, Careiro da Várzea, Guajará, Lábrea, Maués e Tonantins.

Durante as ocorrências também foram apreendidos 1.400 materiais de campanha e mais de R$ 170 mil em dinheiro. Até o momento, 11 Inquéritos Policiais (IP) foram instaurados e dois Temos Circunstanciados de Ocorrências (TCO) foram lavrados. A maioria dos casos foram descobertos após denúncias anônimas feitas pelo 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e pelo 190.

O monitoramento do CICC e do Comando Geral da PM permanecerão de prontidão ao longo de todo o domingo.

Com informações da assessoria