Dois eletricistas são presos em flagrante por atuarem em laboratório ilegal de fraude de energia, em Manaus

Foto: Divulgação

A Amazonas Energia participou na última quinta-feira (5), de uma operação policial junto com a DECFS em uma residência onde existia um laboratório para adulteração de medidores de energia elétrica. Durante a atuação policial, o delegado Paulo Benelli efetuou a prisão em flagrante de dois eletricistas que estavam na casa localizada no bairro Cidade de Deus.

A prisão se deu após um dos eletricistas ter sido visto retirando um medidor da caixa de medição de uma residência na Rua Guarabira, Bairro Cidade de Deus, e, entrou com o medidor em um veículo e seguiu até outra residência na Rua dos Macucauas, no mesmo Bairro, e durante a atuação policial verificou-se que era um laboratório para adulteração de medidor de energia elétrica, sendo apreendidos os equipamentos utilizados para a fraude e fardamentos da Amazonas Energia.

Orientamos que as denúncias de furto de energia podem ser realizadas por meio das centrais de atendimento da Empresa, pelo telefone 0800 701 3001, pelo aplicativo de celular “Amazonas Energia” disponível no Google Play e App Store, pelo canal de denúncias do site ou pelos telefones da DECFS 3622-7837 / 3622-7303.

Destacamos que o combate às perdas de energia só é possível com o envolvimento de toda a sociedade. O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171. Todos pagam a conta do furto de energia praticado em residências, comércios e indústria. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) inclui nos cálculos da tarifa de energia as perdas por irregularidades. Os efeitos das ligações clandestinas são danosos para todos os consumidores, provocando diversas ocorrências de interrupção de energia devido a esta prática ilegal.

*Com informações da assessoria