Política

Eduardo detalha plano de governo para moradores da Zona Leste de Manaus

Eduardo Braga ressaltou que não basta ouvir e dizer como a situação está caótica.
Redação
Postado por Redação

O plano emergencial para tirar o Amazonas da crise foi detalhado no último final de semana, pelo candidato Eduardo Braga, da coligação “União pelo Amazonas” aos moradores e lideranças do bairro João Paulo II, na Zona Leste de Manaus.

Os problemas verificados hoje no estado, nas áreas da saúde, educação, segurança, emprego e renda, foram mencionados por Eduardo. Ele pediu apoio e a confiança dos eleitores de que em 120 dias irá zerar as filas para atendimento médico e reaparelhar hospitais na capital e interior.

Vindo de três dias de viagem por 14 municípios amazonenses, Eduardo Braga ressaltou que não basta ouvir e dizer como a situação está caótica.

O drama não é diferente na capital, de acordo com o candidato. “O hospital Platão Araújo, construído por mim, está bom?, perguntou aos moradores que o assistiam e que precisam da unidade criada especificamente para atender a população da Zona Leste.

Educação

Os planos voltados à educação foram ouvidos por moradores da Zona Leste, preocupados com a precariedade das escolas e com a falta de segurança dos alunos. O candidato garantiu que irá reativar o projeto Jovem Cidadão, criado em sua gestão e desativado após sua gestão.

De acordo com ele, os jovens voltarão a ter ocupação de manhã e à tarde como era antes. “Estudavam em um horário e, no contraturno, tinham atividades esportivas, culturais e cursos técnicos”, reforçou Eduardo, destacando que também criou as primeiras escolas de tempo integral, onde os alunos estudam, em média, nove horas.

Conforme Braga, dispensaram milhares de vigilantes que atuavam em unidades de ensino da capital e do interior e contrataram uma empresa para fazer o monitoramento das escolas, pagando uma verdadeira fortuna.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários


Deixe um comentário