‘Ele me ligou dizendo que nosso filho tava morto’, diz mãe do pequeno Luiz Henrique

''Eu só quero o corpinho do meu filho depois dele ter sofrido tanto", disse a mãe do pequeno Luiz Henrique- foto: divulgação

Na manhã desta segunda-feira (2), a família do pequeno Luiz Henrique da Silva, de 3 anos, protestaram em busca do corpo da criança, em frente ao 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), localizado no Rua Santo Antônio, no Coroado, zona Leste de Manaus.

Familiares da criança que moram próximo à delegacia onde realizaram o protesto, têm o objetivo de chamar atenção das autoridades para que possam trazer o corpo de Luiz Henrique para Manaus, pois a família deseja fazer o seu enterro.

De acordo com o delegado Claudenor Medeiros, titular da 47° Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Nova Olinda do Norte, o casal Robert Nascimento Oliveira, 21, e Maria José Bezerra dos Santos, 24, foi preso em flagrante no início da tarde de domingo, suspeitos dos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.

A mãe da criança, identificada como Aline da Silva Fragazo, de 20 anos, estava inconsolável pedindo para que o corpo do filho seja trazido de Nova Olinda do Norte (distante 135 quilômetros de Manaus) onde ele foi enterrado sem nenhum familiar por perto. ”Eu só quero o corpinho do meu filho depois dele ter sofrido tanto. Só quero me despedir e que ele tenha um enterro digno.” lamentou a mãe.

O caso

O delegado informou que a dupla teria admitido que, após agredir fisicamente a criança, a enterrou no quintal. O crime ocorreu, provavelmente, na última quarta-feira (15). O titular da 47° DIP disse, ainda, que após os procedimentos na delegacia Robert e Maria José foram transferidos para unidade prisional em outra cidade. Por questões de segurança, o destino não foi informado.

Por Portal Manaus Alerta 

MA| PLAY Família da criança de 3 anos protesta para liberação do corpo

Posted by Portal Manaus Alerta on Monday, January 20, 2020