Eleições 2020: Amazonino pretende ampliar rede de proteção ao idoso

Foto: Aguilar Abecassis

O candidato a prefeito de Manaus pela Coligação Juntos Podemos Mais, Amazonino Mendes (PODEMOS), anunciou que, se for eleito, vai ampliar a rede de proteção ao idoso, para garantir a oferta de serviços essenciais a esse público, que necessita de um olhar especial da Prefeitura.

“É preciso que o município ofereça os cuidados necessários e que as pessoas dessa faixa etária tenham a segurança de que poderão contar com serviços públicos de qualidade”, afirmou.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 237 mil idosos residiam na capital amazonense, em 2018, sendo 105 mil homens e 133 mil mulheres.

Segundo Amazonino, que tem 80 anos, a experiência dos idosos é de grande importância para o desenvolvimento de uma sociedade. “São pessoas que já acumularam uma enorme experiência e que nos ajudam agora a enfrentar a vida, indicando os caminhos mais seguros a serem trilhados”, afirmou.

Como prefeito, disse ele, vou ajudar. “Há uma enorme parcela da população com idade avançada, totalmente desamparada, que não tem sequer acesso à saúde e aos remédios básicos”, comentou o candidato.

Segundo ele, caso seja eleito, vai retomar com o Programa Remédio em Casa, priorizando os idosos que fazem uso de medicação continuada, assim como as pessoas com deficiência (PCDs). Vai também ampliar as Unidades Básicas de Saúde, garantindo tratamento digno ao idoso.

“O idoso precisa ter acesso a consulta e medicamentos, sem qualquer dificuldade. Vamos garantir esse direito”, declarou Amazonino.

Na sua gestão como governador, Amazonino implantou os três Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (CAIMIs) que existem até hoje, em Manaus, como parte da estrutura de saúde do estado.

Na educação, criou o Programa de Alfabetização de Adultos, garantindo acesso a milhares de idosos em Manaus. “Você assistir a um idoso assinando o próprio RG depois de uma vida inteira esquecido e abandonado, é de um sentimento ímpar e de uma responsabilidade enorme para um gestor sério que se preocupa com a população”, relembrou o candidato.

Em sua última passagem pela prefeitura, Amazonino reformou a Fundação Doutor Thomas, referência no atendimento aos idosos da capital. Na administração como governador, por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), a Sociedade São Vicente de Paulo-Casa do Idoso recebeu recursos para reestruturação.

Com informações da assessoria