Eleições de 2020 não terá biometria e uso de máscara será obrigatório

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Eleitores que chegarem aos locais de votação sem máscara poderão ser impedidos de votar nas eleições deste ano. A determinação está no Plano de Segurança Sanitária, divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta terça-feira (8).

Elaborado em parceria com a Fiocruz e com os hospitais Sírio-Libanês e Albert Einstein, também traz outras regras que deverão ser seguidas por mesários e por aqueles que forem votar em 15 e 29 de novembro.

Além da máscara, o TSE recomenda que cada eleitor leve a sua própria caneta para assinar o caderno de votação e orienta que não sejam levadas crianças ou acompanhantes para o local de votação. Nos locais de votação, será preciso manter uma distância mínima de um metro de outras pessoas e evitar contato físico. Também não será permitido beber, se alimentar ou fazer qualquer atividade que exija a retirada da máscara.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta