Em Coari, Idam apoia despesca de tambaqui e pirarucu de manejo

Foto: Divulgação/Idam

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) em Coari, em parceria com a Associação União das Comunidades Indígenas e Não Indígenas do Rio Copea (Aucinirc), apoiou a comunidade São José da Fortaleza na realização da despesca de tambaqui e pirarucu de manejo. A atividade iniciou no dia 26 de setembro e se encerrou no dia 10 de outubro.

Segundo o gerente da unidade local do Idam em Coari (distante 363 quilômetros de Manaus), Adilson Alves, a atividade tem o objetivo de ajudar na economia de três comunidades do município. “A ação atende às comunidades São João da Vila Nova, Vila Canaã e São José da Fortaleza, e a solicitação para o local de comercialização é feita através da Aucinirc”, explicou.

Ao todo, foram pescadas 61 toneladas de tambaqui e pirarucu, que beneficiaram a renda de 80 famílias sócias no município. A atividade é realizada anualmente nos meses de outubro e novembro, em época em que é permitida a despesca das espécies de tambaqui e pirarucu de manejo e também outras espécies como o jaraqui, matrinxã, curimatã, tucunaré e pacu.

Ainda de acordo com o gerente, as famílias participam diretamente com a equipe do Idam, preservando os 21 lagos na região. “Todo ano o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) dá uma cota para a despesca em alguns lagos, e depois disso eles realizam as pescas e trazem para as instalações do Idam, onde ocorre a comercialização pelos próprios pescadores”, detalhou Adilson Alves.

As informações são da assessoria