Polícia

Em Manaus, africano aplica golpe alegando multiplicar dinheiro com produto químico

Mohamadi foi autuado em flagrante por furto qualificado- foto: divulgação/PC
Redação
Postado por Redação

O africano Mohamadi Sawadogo, de 36 anos, foi autuado em flagrante na última terça-feira (15), na sede de uma empresa no bairro Petrópolis, por furto qualificado, após ele aplicar golpe em um corretor de imóveis e subtrair da vítima R$ 40 mil. Ao longo das diligências em torno do caso, foram recuperados com o infrator R$ 19.550,00 mil pertencentes à vítima.

Segundo o delegado Fábio Aly, titular do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), o africano abordou a vítima e afirmou que conseguiria multiplicar determinado valor em dinheiro, após embalar o material em um saco e utilizar produtos químicos.

“O corretor de imóveis conseguiu com a irmã R$ 40 mil e entregou o dinheiro a Mohamadi, para que ele realizasse o procedimento químico. Segundo o suspeito, o processo todo duraria 24h e, dessa forma, ele teria a quantia triplicada. O pacote com o suposto dinheiro foi devolvido à vítima e, assim que suspeitou que havia sido enganado, o corretor de imóveis saiu em busca do africano, localizado na avenida Getúlio Vargas, no bairro Centro”, informou o titular do 1° DIP.

Processo químico

Em depoimento, a vítima relatou que ao abrir o pacote em que o dinheiro estaria sofrendo o processo químico e constatar que Mohamadi havia trocado as notas verdadeiras por papel cortado do tamanho de notas verdadeiras, ficou desesperada. O infrator foi interceptado em via pública, com a ajuda de populares. Em seguida, uma guarnição da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi acionada para contornar o tumulto na via.

“Os policiais militares conduziram os envolvidos até o 1° DIP para prestar esclarecimentos. Na delegacia, foi recuperado com Mohamadi R$ 10 mil. Após ouvirmos os envolvidos identificamos algumas controvérsias. Ao longo das diligências, descobrimos que Mohamadi havia alugado dois quartos, em hotéis diferentes, situados no bairro Centro. Em um dos hotéis ele utilizava o nome falso Alexandre Duvale, onde ele encontrou a vítima. Já a outra acomodação era usada para esconder o dinheiro e outros pertences pessoais dele. No local recuperamos mais R$ 9.550 mil”, disse Aly.

Mohamadi foi autuado em flagrante por furto qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no 1° DIP, ele foi levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis. Fábio Aly ressaltou que as investigações irão continuar, até que o restante do dinheiro da vítima seja recuperado.

Com informações da assessoria*

Deixe um comentário