Em Manaus, corpo de professor é encontrado enterrado em quintal; família pede justiça 

Professor Genivaldo- foto: reprodução/Facebook

Na madrugada desta sexta-feira (17), corpo do diretor e professor Genivaldo Lacerda, de 47 anos, foi encontrado enterrado no quintal de uma residência, na rua Aracati, loteamento Rio Piorini, bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte de Manaus. Na quinta-feira (16), familiares e amigos anunciaram o desaparecimento da vítima e pediram ajuda com compartilhamentos nas redes sociais.

O professor foi encontrado morto após os policiais militares da 18º Companhia Interativa Comunitária (CICOM), realizar a prisão de um dos suspeitos do crime, identificado como Everton Rodrigo Pinto dos Santos, conhecido como ‘Loirinho’. Um outro envolvido está foragido e foi identificado como Felipe Mendonça Glória.

O carro da vítima foi localizado minutos antes de ele ser encontrado. Segundo informações de um amigo de Genivaldo, o veículo foi monitorado e o GPS apontou que esteve no Monte Horebe, Monte Sinai e na Comunidade Rio Piorini, todas na Zona Norte da capital.

Nas redes sociais, amigos, familiares e alunos da vítima pedem por justiça e lamentam o caso.

“Um homem que era só alegria, professor, competente e comprometido com a educação, que marcou a vida de tantos alunos, e que deixa sua família e amigos em estado de choque, e sem acreditar ainda que Genivaldo não vai mais voltar. Que nosso Deus te receba aí em cima, meu amigo, e que seu sorriso e sua alegria ilumine os céus agora”, comentou em um post.

O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil e o velório irá ocorrer ainda nesta sexta.

Por Manaus Alerta