Em Manaus, estelionatária é presa mais uma vez enganando pessoas que tem sonho da casa própria

Uma mulher suspeita de prática de estelionato identificada como Heloísa Sampaio foi presa nesta terça-feira (10), pela equipe do 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Segundo a polícia, Heloísa vendia residências se passando por uma funcionária pública.

A operação sob o comando do delegado César Rufino, titular do 12° DIP, apurou que a infratora já havia comercializado centenas de casas, para pessoas de bem. Heloísa também já havia sido presa outras duas vezes antes pelo mesmo crime.

De acordo com o chefe de investigação do 12° DIP, Geraldo Filho, utilizando um crachá com a identidade visual da Superintendência de Habituação do Amazonas (Suhab), Heloísa comercializou diversos imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida, se passando como funcionária do serviço social da Suhab.

“Ela é profissional em enganar pessoas que tem o sonho da casa própria, em áreas como nos conjuntos Viver Melhor. Ela sempre se propunha em adiantar o serviço”, explicou Geraldo Filho. Heloísa atuava sozinha e já tinha mais de 40 Boletins de Ocorrência contra a infratora.

Após uma denúncia nesta terça por duas pessoas, Heloísa foi presa em flagrante no bairro Novo Aleixo, enquanto estava indo receber uma quantia de R$ 800 de mais uma vítima. Segundo Geraldo, nesse golpe Heloísa cobrou R$ 3 mil, e já havia recebido antecipado R$ 1 mil.

Heloísa estava cumprindo pena por duas condenações de estelionato de 2016, em regime semiaberto. A infratora agora será novamente autuada por estelionato e ficará a disposição da Justiça.

Portal Manaus Alerta