Em Manaus, homem é preso por estuprar e favorecer à prostituição o sobrinho de 8 anos

Foto: Erlon Rodrigues / PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), cumpriu, nesta quinta-feira (03), por volta das 9h, mandado de prisão, em razão de sentença condenatória, contra um homem de 48 anos, pelos crimes de estupro de vulnerável e favorecimento da prostituição, contra o próprio sobrinho, que, na época dos fatos, em 2015, tinha oito anos. A prisão ocorreu no bairro Educandos, zona sul da capital.

De acordo com o delegado Paulo Benelli, adjunto da Especializada, o indivíduo é tio paterno da vítima e por ajudar na renda da família, tinha livre acesso a casa. Ele aproveitava os momentos em que a mãe da vítima saía para trabalhar para praticar o crime contra o sobrinho.

“Diversos abusos ocorreram em 2015. Quando a família soube, um Boletim de Ocorrência (BO) foi realizado em julho daquele ano, na Depca. De acordo com o inquérito policial, o tio fazia a promessa de presentes, caso o sobrinho não contasse nada a ninguém, e frequentemente oferecia valores a criança”, explicou Benelli.

O mandado de prisão em razão de sentença condenatória foi expedido pela juíza Articlina Oliveira Guimarães, da 2ª Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes, no dia 13 de agosto deste ano.

Procedimentos

O homem foi condenado a 20 anos em regime fechado, pelos crimes de estupro de vulnerável e favorecimento da prostituição. Após os procedimentos cabíveis na Especializada, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

As informações são da assessoria