Cidades

Em Manaus, idoso é preso suspeito de estuprar e explorar menina de 10 anos

Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), deflagrou ação policial na tarde da quinta-feira (16), por volta das 14h, resultando na prisão em flagrante de Lourival da Silva Paiva, 85, por estupro de vulnerável e exploração sexual que teve como vítima uma menina de 10 anos.

Durante coletiva no prédio da Depca, na zona centro-sul de Manaus, a delegada Joyce Coelho, titular da Especializada, explicou que as diligências iniciaram após a equipe policial receber denúncias, por meio do Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream) da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), que realizava ação de saúde naquele bairro.

“Recebemos uma denúncia via telefone, por meio da equipe do Cream, em que nos foi relatado que, na localidade já mencionada, havia uma criança sofrendo estupros e exploração sexual, por parte de um vizinho que, aproveitando-se dos momentos em que fornecia água potável à família da vítima, oferecia pequenas quantias em dinheiro à menina a fim de realizar os atos libidinosos”, esclareceu a autoridade policial.

Ainda durante coletiva, a psicóloga Fernanda Rodrigues, da Sejusc, relatou que populares procuraram a equipe para denunciar o ocorrido. “Após recebermos a denúncia por parte dos comunitários, notificamos a Depca, que nos retornou imediatamente, conseguindo assim flagrantear o indivíduo”, relatou.

A delegada enfatiza também a importância de perceber e proteger crianças e adolescentes dos crimes de estupro e exploração sexual, visto que não há um perfil especifico para autores de tais crimes. As denúncias podem ser realizadas na Especializada, no endereço já citado, ou ainda, registradas no site da Delegacia Virtual, por meio do endereço eletrônico https://delegaciavirtual.sinesp.gov.br/portal/.

Procedimentos

A menina foi conduzida juntamente com seu pai à Depca, onde passou por atendimento psicossocial. O infrator também foi encaminhado à Depca e foi autuado em flagrante pelos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual infantojuvenil.

Ele será conduzido à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará por audiência de custódia, e permanecerá à disposição da Justiça.

As informações são da assessoria