Em Maraã, Idam apoia entrega de 3 toneladas de produtos ao Programa de Aquisição de Alimentos

Foto: Divulgação/Idam

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) em Maraã (distante 634 quilômetros de Manaus) realizou a entrega dos primeiros alimentos adquiridos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) a famílias em situação de vulnerabilidade. A ação aconteceu no Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do município.

Nessa primeira remessa, foram entregues 3 toneladas de melancia, de 9 toneladas ainda a serem entregues no município. Além de melancia, também serão entregues ao PAA macaxeira, pirarucu manejado, castanha, abóbora, bananas, batata doce e milho verde, que beneficiarão 600 famílias e entidades como a Paróquia Municipal.

Segundo o gerente da unidade local do Idam em Maraã, Deivid Gomes, neste ano o PAA irá atender no município 14 agricultores, que serão beneficiados por meio da entrega direta dos seus produtos. “Após o recebimento desses produtos no Idam, entregamos para o Cras, que faz a doação às famílias necessitadas e cadastradas em programas sociais”, disse.

Ainda de acordo com Deivid, o programa é realizado anualmente no município e vem tendo mais visibilidade entre os produtores, gerando aumento no número de cadastros. “Com a execução do PAA aqui em Maraã, a demanda de produtores interessados em se cadastrar para acessar o programa só aumenta”, contou.

As entregas aconteceram nas últimas quinta (22) e sexta-feira (23) e terão continuidade conforme o cronograma feito pelos produtores.

Balanço das ações em Maraã

Além da entrega de alimentos ao PAA, a unidade local do Idam no município realizou laudos de vistoria prévia, emissão de Cadastro Ambiental Rural (CAR), Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), Cadastro de Agricultura Familiar (CAF) e Cartão do Produtor Rural, além das visitas técnicas e reuniões de método grupais. Vale acrescentar que a documentação emitida é para fins de acesso a políticas públicas, dentre elas o crédito rural.

As informações são da assessoria