Segundo a Seduc, o aluno e o ex-aluno foram conduzidos à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai) acompanhados pelo gestor e o pedagogo da escola. Foto: Reprodução

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) informa que tomou conhecimento de ameaças em redes sociais feitas por um aluno e um ex-aluno do Instituto de Educação de Amazonas (IEA) na manhã desta quinta-feira (14), denunciadas pelos pais e pelo gestor do instituto.

O fato causou pânico entre alunos e pais foram até a unidade buscar filhos. Houve comoção, nervosismo e choro entre os jovens e familiares que estiveram no local, após a divulgação da ameaça.

Segundo a Seduc, o aluno e o ex-aluno foram conduzidos à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai) acompanhados pelo gestor e o pedagogo da escola.

Ameaças

A secretaria ressalta que mesmo diante das ameaças, não houve concretização de nenhum ato, não havendo, portanto, registro de agressões nas dependência da escola. O fato é classificado isolado, ocorrido de forma atípica.

No próximo sábado (16), a Seduc realizará uma reunião, previamente convocada, com gestores e professores das escolas para realinhar medidas de segurança, tendo como foco reforçar as orientações para todo o corpo escolar, incluindo os agentes de portaria.

Controle

A Seduc ressalta, ainda, que tem como prioridade em conjunto com os gestores pautar pelo maior controle do acesso à escola tanto em relação aos alunos quanto de pais e responsáveis.

Além disso, a secretaria tem reforçado a necessidade de contato direto com as Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms), que dão suporte no atendimento e presença dos policiais na área externa da escola.

Fonte: Portal Marcos Santos