ALEAM

Emissão gratuita de carteira estudantil é proposta por Nejmi Aziz

Foto: Alexsander Alves

A deputada estadual Nejmi Aziz (PSD) protocolizou, nesta terça-feira (23), um requerimento de indicação ao governador do Estado, Wilson Lima (PSC), para que seja viabilizada a emissão de Carteiras de Identificação Estudantil física ou digital aos alunos da rede pública de ensino do Amazonas de forma gratuita, assim que sanadas as prioridades da pandemia de Covid-19. Atualmente, para usufruir do benefício da meia-entrada os estudantes devem comprovar sua condição por meio da apresentação de carteira estudantil emitida por entidades como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e que custa R$ 35.

O objetivo da deputada Nejmi é oferecer uma alternativa de emissão gratuita da carteira de identificação estudantil aos estudantes da rede pública para terem acesso aos benefícios da meia-entrada. “Para um estudante de baixa renda, principalmente da rede pública de ensino, o valor para emissão de carteira estudantil é muito oneroso, o que prejudica seu sustento, subsistência e também o acesso aos benefícios conferidos em lei quanto ao pagamento de meia-entrada”, destacou.

Segundo Nejmi, o acesso aos eventos e espetáculos culturais, artísticos e esportivos é de grande valia para a formação do cidadão. “Quando essa situação da pandemia estiver amenizada e as idas aos eventos estiverem seguras, será o momento de facilitar o acesso dos estudantes a essas atividades sociais e promover novas experiências. Muitas vezes os locais são desconhecidos por falta de acesso e de custeio. Permitir a emissão pelo Governo do Estado da Carteira de Identidade Estudantil gratuitamente e digitalmente o estudante terá maiores possibilidades de participar de eventos”, acrescenta.

A motivação para concessão da meia-entrada está na geração de incentivos para aumentar o consumo de bens e serviços culturais por parte de estudantes, para que tenham acesso a salas de cinema, clubes, teatros, espetáculos musicais e circenses e eventos educativos, esportivos, de lazer e de entretenimento. A proposição também visa contar com uma formação complementar ao conteúdo formal oferecido em sala de aula.

As informções são da assessoria