Érico Desterro é eleito vice-presidente do Instituto de Inteligência dos Tribunais de Contas

(Imagem: Divulgação)

Ex-presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) e ouvidor-geral do TCE-AM a partir de janeiro 2018, o conselheiro Érico Desterro foi eleito, no final da tarde desta quinta-feira (23), vice-presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB), o órgão de inteligência dos TCs, que realiza estudos, pesquisas e capacitações nos Tribunais de Contas. A eleição aconteceu na Assembleia-Geral do IRB, durante 29o Congresso dos Tribunais de Contas do Brasil, em Goiânia, que reúne conselheiros, auditores e membros de Ministério Público de Contas de todo o país.

Com mandato a ser exercido no biênio 2018-2019, o conselheiro do Amazonas ficará responsável pela vice-presidência de Desenvolvimento Institucional do IRB em todo o Brasil, dando apoio ao presidente eleito do Instituto, o conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná, Ivan Lelis Bonilha.

Os outros quatro conselheiros eleitos que vão compõem o colegiado de vice-presidentes da Casa do Conhecimento dos TCs são Edilberto Carlos (Presidente do TCE-CE), Inaldo da Paixão (Presidente do TCE-BA); Sidney Estanislau (Presidente doTCE) e Sebastião Helvecio (ex-presidente do TCE-MG e atual presidente do IRB). Cada um ficará responsável por um segmento dentro do IRB.

Feliz com a confiança depositada pelo colegiado do IRB, que deu lhe concedeu 33 votos, o conselheiro Érico Desterro disse que a participação do TCE-AM no corpo diretivo do IRB, que tem parcerias na área de inteligência com o Tribunal de Contas da União, Justiça Federal, Ministério Público Federal e Polícia Federal, é importantíssimo e garante ao Amazonas representatividade nacional nas discussões e no aperfeiçoamento do Controle Externo. As reuniões do colegiado do IRB iniciam em janeiro e seguirão um calendário aprovado pelos conselheiros.

Desde a quarta-feira (22), conselheiros, auditores, procuradores, contabilistas, economistas, advogados, administradores, além de várias autoridades, participam do  29Congresso dos Tribunais de Contas do Brasil, em Goiânia que termina nesta sexta-feira (24/11). Entre os palestrantes dos vários painéis nos três dias de encontro, estiveram o escritor moçabincano e vencedor do prêmio Camões, Mia Couta; o ministro da Educação, Mendonça Filho; o ministro do TCU, José Múcio Monteiro; o professor e historiador da Unicamp, Leandro Karnal; o senador Cássio Cunha Lima e a especialista de mídias Digitais, Elis Monteiro, que teve um encontro paralelo com os assessores de imprensa de todos os TCs do país.

*Com informações da assessoria