Cultura e Entretenimento

Escola de Samba A Grande Família completa 35 anos de muitas conquistas

Foto: Divulgação

Fundada em 19 de março e 1986, a escola samba A Grande Família completa nesta sexta-feira (19), exatos 35 anos de fundação, com sua sede própria localizada na rua Careiro, bairro do São José, zona Leste de Manaus.

Ao longo desses anos a agremiação vem se consolidando tanto no carnaval de Manaus com diversos prêmios e á conquista de grandes carnavais, mais não para por aí a escola tem uma importância significativa na área social por realizar diversas ações voltadas para a comunidade com o intuito principal de aproximar os moradores da escola. Por isso, o slogam “Uma escola que não é só de Samba” pois, há um significado ainda maior para a agremiação além do carnaval.

Para o presidente da escola Luiz Gilberto e o vice Cleildo Barroso essas conquistas vai mais além do normal

“Conseguimos tudo com muito trabalho, força de vontade e de querer fazer! Nunca foi fácil e nem será ainda mais nos dias em que vivemos, mais seguimos fortes confiando que tudo vai se arrumar, para pudermos seguir firme e forte com nosso trabalho em prol da comunidade e do carnaval” comentam os administradores

A história da escola de samba também se compara com a do tradicional bairro do São José construído entre os anos de 1978 e 1979 na administração do prefeito José Fernandes, e também faz aniversário nesta sexta.

Trajetória

A Grande Família, que antes era um Bloco (até 1991), entrou com mais destaque no Carnaval de Manaus em 1994, quando foi convidada pela Associação do Grupo Especial das Escolas de Samba de Manaus. Nesse desfile destacou-se com o enredo que versava sobre a lenda do guaraná.

Em 1995 oficialmente estreava na AGEESMA. Um detalhe curioso é que o seu fundador: Jorge Walter, ou Jorginho, entrou um tanto quanto por acaso no samba: certa vez o pneu do seu carro furou próximo a um antigo bar e bloco da Praça 14 de Janeiro, conhecido como reduto de sambistas, chamado Jaqueirão. Jorge foi ao borracheiro e logo depois ao Jaqueirão descansar.

Depois de algumas conversas com o pessoal do Jaqueirão, Jorge acabou gostando de samba e levou a idéia para a Zona Leste e fundou o então bloco, que depois virou tal escola de samba de Manaus. De lá para cá se fez crescer entre as escolas de samba, abocanhando cada vez mais simpatizantes em um bairro onde tradicionalmente não havia muitos sambistas.

Títulos No Grupo Especial:
2001 – 2005 – 2006 – 2007 – 2009 – 2014

Com informações da assessoria