Escola Estadual conquista a melhor nota da rede no Ideb, em Manaus

foto: Fotos: Lincoln Ferreira

Dedicação, comprometimento e parceria. Essas são as características que levaram a Escola Estadual (EE) Helena Araújo a conquistar a melhor nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, em Manaus. Ao alcançar 8,1 na nota geral, a unidade de ensino foi a terceira melhor colocada no Amazonas, no Ensino Fundamental (Anos Iniciais), ficando atrás apenas das escolas Capitão-General Mendonça Furtado e Jacinto Ale, em Itacoatiara e Boca do Acre, respectivamente.

Situada no bairro São Francisco, na zona sul da cidade, a unidade tem 178 alunos matriculados, do 1º ao 5º ano. Em 2019, os estudantes da EE Helena Araújo conquistaram, também, o primeiro lugar na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), com 53 medalhas.

Jucinorma Limonge está como gestora da escola há 12 anos. Ela conta que, nesse período, a parceria com os pais e responsáveis, com os alunos e, claro, com o corpo docente foi um dos pontos principais para a evolução dos índices e o aprendizado efetivo dos estudantes que, durante todo o ano, preparam-se para provas e olimpíadas.

“É um trabalho intenso que temos aqui na escola. Temos uma equipe comprometida, professores que, para mim, são os melhores do Amazonas, até pelo compromisso de estar na sala de aula, tentando resgatar o conhecimento do aluno, até que o estudante entenda e compreenda. Nossos educadores não desistem e, por isso, digo que eles são os melhores. Nós fazemos um trabalho diferenciado porque temos a intervenção, o plano de ação, a gente conversa com os pais, diz quais são as metas da escola, o que eu quero para o filho deles e os pais começam a entender, e contribuem. A maior contribuição deles é trazer os filhos para a escola”, diz Limonge.

Durante o período de suspensão de aulas presenciais, foram desenvolvidas atividades independentes, com leitura e interpretação de textos por videochamada, por exemplo, além de simulados on-line e atividades via aplicativo de mensagens.

“Tudo isso contribui pro nosso trabalho. Dentro do nosso horário de aula, temos, também, a aula de reforço para que o aluno estude e não fique com dúvidas. Nós temos atividades nossas, além dos conteúdos do ‘Aula em Casa’, preparando os estudantes para a OBA e para a Olimpíada Canguru. Quando eles vão para outras escolas, são muito bem avaliados porque nosso método é diferente”, afirma a gestora.

A professora Cristiane Reis, que atua há oito anos na EE Helena Araújo, diz que a preparação é realizada conforme as diretrizes curriculares. “Eu fiz pós em neuropsicopedagogia, sei como funciona a questão do aprendizado da criança e como eles precisam ser motivados, incentivados e entender como é importante o que eles estão fazendo aqui, tem todo um significado”, explica.

Ideb 2019

O Amazonas foi uma das redes estaduais do Brasil que conseguiu alcançar a meta projetada pelo Ministério da Educação (MEC) no Ideb 2019, nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Ele surge na 11ª colocação do ranking nacional, ao lado do Paraná, São Paulo, Ceará, Goiás, Acre, Espírito Santo, Piauí, Tocantins, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Pará, Sergipe, Bahia e Rio Grande do Norte. Na modalidade, a meta era de 5,2 e o estado conquistou 5,8.

Nos Anos Finais do Ensino Fundamental, a rede estadual do Amazonas também alcançou a meta nacional e aparece na 9ª colocação, ao lado de Alagoas, Pernambuco, Paraná, Goiás e Ceará. Nessa modalidade, os amazonenses conquistaram 4,6 pontos, enquanto a meta estipulada era de 4,5.

Com informações da assessoria