Foto: Cleomir Santos/Semed

A especialista do Instituto Ayrton Senna (IAS), Silvia Mattiazzo, realizou nesta quinta-feira (15), uma visita técnica pedagógica na escola municipal Maria Lira Pereira, bairro Petrópolis, zona Sul, sobre os Programas de Correção de Fluxo (Se Liga e Acelera Brasil), Reforço Escolar (Pit Stop e Fórmula da Vitória) e Gestão de Alfabetização (PGA).

O objetivo é reconhecer o trabalho da equipe central, regional e escolar  dos programas desenvolvidos pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e em parceria com o IAS.

O programa de Correção de Fluxo conta com 103 unidades de ensino, com total de 3,6 mil alunos, 1.540 do Se Liga e 2100 do Acelera. Já o Reforço Escolar atende 56 escolas, com 1.230 alunos (3º e 5º ano) no Pit Stop e 302 alunos (6º e 7º ano) na Fórmula da Vitória. O Programa de Gestão da Alfabetização conta com 78 escolas, com mais de 11 mil alunos do 3º ano.

Durante a visita foi realizada uma roda de conversa com a gestora, equipe pedagógica da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul, da Divisão de Ensino Fundamental (DEF) da Semed, além dos professores e alunos que participam dos programas.

Silvia Mattiazzo, que percorreu toda a escola para saber mais sobre o trabalho das professoras com os alunos, disse que ficou satisfeita com o relato de todos os envolvidos.

A diretora Giane Rocha Fernandes da escola municipal Maria Lira Pereira, disse que a visita é importante para que todos possam conhecer o trabalho pedagógico do Se Liga, Acelera e Pit Stop do IAS.

A assessora pedagógica do PGA da Semed, Alfa Tavares, considerou importante a visita para que o IAS constate de perto o resultado do trabalho realizado por todos os nos programas para qualidade do processo de aprendizagem.

*Com informações da assessoria