Escola promove gincana para marcar ‘Semana Nacional de Combate ao Aedes aegypti’ no AM

Fotos – Divulgação / Semsa

Como parte da programação alusiva ao “Dia Nacional de Combate ao Aedes aegypti”, (07), a Prefeitura de Manaus promoveu na manhã desta terça-feira, (03), uma gincana na escola municipal Maria Madalena Corrêa, no bairro Vila da Prata, zona Oeste de Manaus.

Coordenada pela gerência de Promoção da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a gincana aliou atividade física e conhecimento da língua portuguesa para alertar os estudantes sobre a importância do combate ao Aedes aegypti.

“As gincanas nas escolas são uma estratégia para a promoção da saúde e prevenção de doenças, sensibilizando os estudantes sobre a adoção de hábitos saudáveis de vida. Isso envolve a prática de atividade física e o cuidado com o ambiente em que se vive para evitar agravos como zika, dengue e chikungunya, que são transmitidos pelo Aedes. São ações pedagógicas agregadas às ações de saúde que buscam melhorar a qualidade de vida da população”, destacou a gerente de Promoção da Saúde, Francinara Lima.

A gincana, além de ser uma ação alusiva ao “Dia Nacional de Combate ao Aedes”, integrou a programação que o setor de Educação em Saúde e Mobilização Social da Semsa vem desenvolvendo em parceria com o Programa Saúde na Escola (PSE).

Segundo a chefe de Educação em Saúde, enfermeira Lilian Paula Lima Zacaria, a ideia é desenvolver ações que abordem temas essenciais para a saúde da população, como a promoção da cultura da paz e o combate à obesidade, ao uso do cigarro e ao Aedes.

“É importante que os estudantes tenham um entendimento sobre ações de prevenção desde a infância. A gincana é uma forma de unir a saúde física e mental, estimulando a interação social da comunidade escolar. Enquanto praticam atividade física, os estudantes também podem obter maior conhecimento sobre como manter a saúde e evitar doenças, levando as informações para a família e a comunidade”, explicou Lilian Paula.

Brigadas

Durante a gincana, a coordenadora do PSE no Distrito de Saúde (Disa) Oeste, enfermeira Maria de Fátima Costa, lembrou que o combate ao Aedes é uma das ações prioritárias desenvolvidas no PSE, o que inclui também a assistência no exame dermatológico, avaliação odontológica, educação continuada no combate à hanseníase e às verminoses, e educação no trânsito.

“O Disa Oeste conta com 40 escolas no PSE e o combate ao Aedes é uma das ações prioritárias executadas todos os anos em 100% das escolas. Este ano, uma das estratégias foi a formação de brigadas nos Centros Municipais de Educação Infantil e em creches, orientando os alunos sobre as doenças causadas pelo Aedes e como evitar focos do mosquito. Cada brigada é formada por grupos de alunos, que vão atuar fiscalizando o ambiente escolar, para evitar a proliferação do Aedes”, explicou a enfermeira.

*Com informações da assessoria