Escolas são preparadas para retomar aulas em Manaus e secretário defende retorno

foto: reprodução

O retorno das aulas nas escolas estaduais em Manaus para alunos do ensino médio primeiramente, que ocorre na próxima segunda-feira (10), deve seguir uma série de protocolos de cuidados sanitários. O secretário de Estado da Educação do Amazonas, Luis Fabian Pereira Barbosa, conversou com exclusividade com o Manaus Alerta, direto da Escola Estadual Diana Pinheiro, no Educandos, esclarecendo como as escolas estão sendo adaptadas para receber os estudantes e também sobre a polêmica que cerca o retorno das atividades escolares.

Segundo o secretário, nesta quinta-feira (6), os profissionais concluíram o período de capacitação e treinamento de adaptação à nova realidade das escolas, e já estão prontos para receber os estudantes. “No dia 10 retornam os alunos do ensino médio e da Educação de Jovens e Adultos. Se nos próximos 15 dias, tudo correr bem, o Governo vai permitir o retorno no dia 24, do ensino fundamental.

No entanto, o Sindicato dos Trabalhadores  da Educação do Amazonas (Sinteam), quanto o Sindicato dos Professores e Pedagogos das Escolas Públicas do Ensino Básico de Manaus (Asprom Sindiascal). Foi movida na Justiça uma ação para tentar barrar o retorno das aulas.  Mas o secretário lembra que o retorno está embasado em estudo técnico científico e com permissão da Fundação de Vigilância Saúde do Amazonas (FVS-AM).

“A manifestação do sindicato não me preocupa, porque o que a gente tem visto nas escolas é que a maioria dos professores estão aqui.  Aqueles professores que são educadores na sua essência, estão com saudades das atividades escolas”, explicou o secretário. Luis Fabian citou ainda que os próprios funcionários das escolas, com quem conversou sentem falta do ambiente de trabalho.

“Sem alunos a escola é um local triste. a gente quer que os estudantes tenham igualdade de oportunidades. No entanto, mesmo com toda estrutura de teleaula, querendo ou não há um prejuízo no ensino do aluno, nada substitui a presença do professor, então nos precisamos retornar para garantir uma educação de qualidade para para nossos jovens”, completou o secretário.

Os esforços do Governo do Amazonas, segundo Fabian, é para completar as 800 horas que restam para o ano letivo de 2020 e as aulas sejam finalizadas pelo menos até a terceira semana de Dezembro, para que já em 2021, o calendário seja retomado na normalidade.

Medidas de segurança

Entre as medidas de segurança adotadas pelo Governo do Amazonas nas escolas estão algumas já conhecidas, como instalação de álcool gel de fácil acesso na sala, cadeiras espaçadas e reduzidas em quantidade, para garantir o distanciamento de 1,5 metros entre os alunos, pisos sinalizados manter distanciamento em filas, além de outras adaptações, com uso de tapete sanitizador.

Esta semana também o Governo anunciou a instalação de mais de 900 pias de inox em mais 120 escolas estaduais da capital, para ajudar na higienização das mãos com frequência. Cada classe também será dividia em grupos, por exemplo, grupo A estuda as segundas e quartas, e o grupo B, estuda nas terças e quintas. Os alunos que estiveram em casa, poderão acompanhar a aula por meio da televisão ou internet, nos canais da Seduc e TV Cultura do Amazonas.

Veja a live com entrevista completa:

M.A. Play | Secretário de Educação do Amazonas explica como vai funcionar retorno das aulas

Posted by Portal Manaus Alerta on Thursday, August 6, 2020

Portal Manaus Alerta