Especialistas afirmam que segunda onda da pandemia da Covid-19 poderá afetar a saúde mental

Foto: Rovena Rosa

Historicamente negligenciada no Brasil, a saúde mental pode ser responsável por uma grande crise nos próximos meses. Segundo especialistas, o coronavírus, o isolamento e os problemas financeiros decorrentes de todo o cenário da Covid-19 podem ser a segunda onda da pandemia. E como na primeira, o sistema de saúde não estará preparado para absorver a demanda.

Conforme alertado desde os primeiros dias de distanciamento social, apesar de proteger contra o vírus, o isolamento tem um custo alto para a saúde mental. Além do medo de pegar a doença e da a falta de contato com familiares e amigos, há ainda a preocupação com o dinheiro, o medo de perder o emprego e a instabilidade política do momento.

“Percebo um aumento grande no número de atendimento de pacientes com depressão e ansiedade no SAMU, e meus próprios pacientes de consultório, que antes faziam terapia por relacionamento, tiveram episódios de ansiedade durante a pandemia e foi necessário intervir com medicamentos. A situação tem se ampliado rapidamente”, conta a psicóloga Andréa Chaves, especialista em saúde mental, que atende no SAMU e em clínica particular.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta