Cultura

Espetáculo ‘A quem será que se destina?’ propõe reflexão sobre a vida e a arte em forma de dança

A apresentação acontecerá nesta terça-feira (6), às 20h, e tem entrada gratuita- foto: Alex Borja
Redação
Postado por Redação

Mais uma vez o Teatro Amazonas será palco do espetáculo de dança “A quem será que se destina?”, do Corpo de Dança do Amazonas (CDA). O espetáculo, que estreou em junho de 2017, se destaca devido à busca pela proximidade com o público e à temática que traz reflexões sobre a vida e a arte. A apresentação acontecerá nesta terça-feira (6), às 20h, e tem entrada gratuita.

No espetáculo, a música “Cajuína”, do cantor e compositor Caetano Veloso, tem sua sonoridade e poesia traduzidas pelos bailarinos do CDA, numa coreografia baseada na linguagem da dança contemporânea.

“A canção inicia com essa pergunta metafísica, ‘Existimos: a quem será que se destina?’. E várias questões surgiram daí: O que fazemos enquanto arte? Para que fazemos? Para quem? O que nos move como pessoas e como artistas?”, conta Adriana Goes, bailarina, professora e assistente do CDA, que coordenou o trabalho de criação coletiva ao lado do também professor e assistente, André Duarte.

Criação coletiva – O processo de criação do espetáculo se deu a partir desta canção e é resultado de um trabalho de dois meses, onde o elenco do CDA realizou uma elaboração coletiva da coreografia, a partir dos estímulos desenvolvidos com a finalidade de despertar sensações no corpo de bailarinos. Dessa forma, de acordo com a bailarina Adriana Góes, “não será um espetáculo para interpretar personagens, mas, sim, compreensões pessoais”.

“A quem será que se destina?” também busca quebrar a barreira que existe entre o público e o artista, pois em certo momento, os bailarinos descem do palco para interagir com público, convidando a plateia para dançar e fazer parte do espetáculo.

Ficha técnica

A direção artística é de Getúlio Lima, com assistência de Branco Souza. A inspetoria é de Samuel Lima. A iluminação é de Mariluce Lima e André Duarte, e o figurino é de Branco Souza e Getúlio Lima. Os intérpretes criadores do projeto são Adriana Goes, Ângela Duarte, Baldoíno Leite, Guilherme Moraes, Helen Rojas, Liene Neves, Mariluce Lima, Nonato Melo, Pammela Fernandes, Rodrigo Vieira, Rosi Rosa, Sumaia Farias, Valdo Malaq, Vanessa Viana e Wellington Marques.

Com informações da assessoria

Deixe um comentário