Cidades Polícia

Está em liberdade o segurança que prestava serviço para a Infraero e matou adolescente com um tiro

Os amigos do jovem acionaram a família e todos foram registrar a ocorrência no 19º Distrito Integrado de Polícia (19º DIP)- foto: reprodução/Facebook
Redação
Postado por Redação

O segurança da empresa Amazon Security, Juliano César Atanabe Azevedo, que estava de serviço numa guarita da infraero, dentro do terminal 2 do Aeroporto Eduardo Gomes (Eduardinho) na madrugada de 12 de março, quando alvejou com um tiro na nuca o adolescente Isaque Jorge da Silva Correia, de 17 anos, teve a sua prisão preventiva revogada pela Justiça no fim de setembro deste ano, deixando a família da vítima revoltada.

“É um absurdo que uma pessoa que foi presa em flagrante tenha conseguido que revogassem a sua prisão preventiva para que responda o processo em liberdade”, comentou o tio do jovem falecido, William Silva. Ele também informou que a primeira audiência de Juliano César Atanabe Azevedo, que estava marcada para o dia 11 de outubro deste ano, foi remarcada para 2018. “Enquanto isso, ele ficará solto”, frisou William.

A audiência para instrução e julgamento de Juliano César Atanabe Azevedo foi designada para as 10h de 11 de maio de 2018, na 1ª Vara do Tribunal do Júri, no Fórum Ministro Henoch Reis, na zona centro-sul de Manaus.

Entenda o caso

Na madrugada de 12 (domingo) de março deste ano, Isaque Jorge da Silva Correia, de 17 anos, saiu com amigos para comemorar o seu aniversário, quando resolveram parar no posto de gasolina Equador, localizado em frente ao terminal 2 do Aeroporto Eduardo Gomes (Eduardinho).

Segundo informações da família e de um vídeo de WhatsApp feito por um dos amigos presentes na cena do crime, Isaque estava na companhia de amigos na lateral do posto, quando um grupo de amigos deles também chegou ao local pedindo ajuda para empurrar uma motocicleta que estava apresentando problemas.

O segurança Juliano César Atanabe Azevedo saiu da sua guarita e se dirigiu ao posto de gasolina e abordou os rapazes, dando ordem para que eles se rendessem. Segundo o tio do rapaz, William Silva, os jovens obedeceram, mas, mesmo assim, o segurança efetuou o disparo alvejando Isaque. O jovem chegou a ser levado para o Pronto Socorro 28 de Agosto, mas não resistiu ao ferimento e faleceu.

Os amigos do jovem acionaram a família e todos foram registrar a ocorrência no 19º Distrito Integrado de Polícia (19º DIP), localizado na avenida Coronel Teixeira, bairro Santo Agostinho, zona oeste de Manaus. “Os seguranças também foram ao 19º DIP registar a ocorrência, e o segurança que efetuou o disparo foi detido em flagrante”, disse William Silva.

Fonte: Assessoria

Deixe um comentário