Cidades

Estudante amazonense é destaque em competição e tem chance de iniciar carreira de modelo nos EUA

Fernanda foi uma das duas jovens brasileiras escolhidas para representar o País nos EUA. Elas concorreram com 33 jovens com idade entre 14 e 22 anos- foto: Eduardo Cavalcante/Seduc
Redação
Postado por Redação

Concorrendo com mais de 30 candidatas brasileiras, a estudante amazonense Fernanda Rafaela Lima de Bastos, de 17 anos, foi destaque no Projeto Passarela, organizado pelo Grupo MGT, neste mês de abril, em Curitiba (PR). Pela participação, a jovem conquistou a oportunidade de iniciar a carreira de modelo nos Estados Unidos no evento chamado IMTA (International Models & Talents).

Fernanda foi uma das duas jovens brasileiras escolhidas para representar o País nos EUA. Elas concorreram com 33 jovens com idade entre 14 e 22 anos. Agora, terão a oportunidade de ir para Nova Iorque e Los Angeles nos próximos meses.

O Grupo MGT busca identificar novos talentos que tenham interesse em ingressar na carreira artística, seja como modelo, ator, músico, entre outros que envolvem o mundo artístico.

Carreira de modelo

Para a estudante, que atualmente cursa o 3º ano do Ensino Médio no Colégio Brasileiro Pedro Silvestre, a carreira de modelo é a realização de um sonho de infância. “Desde os meus 12 procuro entrar nessa carreira, porque é o que eu gosto de fazer. Só agora, aos 17 anos, é que tive a oportunidade de participar desse concurso e acabei me realizando lá dentro”, disse.

Fernanda conta que não esperava ser escolhida, mas que está feliz por ser a única representante do Amazonas. “Para mim foi muito gratificante, porque só era eu aqui do Amazonas. A nossa beleza exótica chamou bastante atenção lá e eu posso dizer para as meninas que, mesmo aqui em Manaus, tão distante de lá, a gente tem chance. É só seguir atrás e eu me sinto muito feliz porque não esperava ser escolhida”, afirmou a jovem.

Além da carreira de modelo, Fernanda tem outro sonho, bastante oposto ao primeiro: ela quer estudar Direito e se tornar delegada. Para a estudante, o apoio da família, dos amigos e dos professores tem sido fundamental. “Pretendo agora seguir o ensino médio e fazer faculdade de Direito, mas também a carreira de modelo. Aqui na escola fiquei bastante feliz de ter o apoio do gestor, de toda a escola. O apoio da minha família começa desde casa. Foi o meu pai e a minha mãe que me apoiaram e me ajudaram. Eles falam que são meus fãs de carteirinha”, disse.

Representar o Amazonas nos Estados Unidos, segundo ela, é uma experiência muito gratificante. “Levar o nome do Brasil e do Amazonas já é um grande passo. Vai ser uma experiência incrível”, informou a estudante.

Reconhecimento

A mãe da jovem, Ananda Lima, conta que o resultado em Curitiba foi bem maior do que a família estava esperando.“Nós fomos surpreendidos pelo resultado do concurso em Curitiba, nós não imaginávamos a dimensão que proporcionou tudo isso. Esperávamos ser escolhidas apenas por uma agência, mas chegando em Curitiba, ela fez bastante sucesso, muitas agências gostaram do perfil dela e ela vai estar realizando um sonho que ela sempre quis”, disse.

Para o gestor da escola, José Maria Couto, a oportunidade conquistada pela aluna é motivo de orgulho para toda a escola. “A Fernanda é uma aluna maravilhosa, humilde. Todos os professores, alunos, quando ficamos sabendo do resultado, a escola ficou eufórica, afinal de contas, todas as vezes que um aluno tem sucesso, é também sucesso da equipe de professores, da gestão, da coordenadoria, sucesso do Amazonas”, afirmou o gestor.

Administrado pela Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), o Colégio Brasileiro Pedro Silvestre é uma das 599 escolas da rede pública estadual do Amazonas. Localizado no Centro de Manaus, a escola pertence à Coordenadoria Distrital de Educação 1.

Com informações da assessoria

Comentários

Deixe um comentário

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com