Estudantes amazonenses são destaques em olimpíada de Inglês

foto: duardo Cavalcante/Seduc-AM e Divulgação

As ferramentas digitais se mostraram aliadas importantes para a Educação durante a pandemia da Covid-19. Uma das mais utilizadas por alunos e professores, o WhatsApp, aplicativo de mensagem instantânea, foi o responsável por conduzir a segunda edição da Olimpíada de Inglês. Foram premiados, na competição, que encerrou no último dia 2 de novembro, quatro estudantes e três docentes da rede estadual após um mês de disputa.

Os alunos Iago Nogueira, da Escola Estadual (EE) Tiradentes; Karla Ramisa, EE Vicente Telles de Souza; Gabriel Trajano, Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Gilberto Mestrinho; e Carlos Gabriel Guimarães, Escola Estadual de Tempo Integral (Eeti) Jacimar da Silva Gama, conquistaram quatro dos seis títulos da Olimpíada de Inglês, no âmbito estadual.

Além deles, os educadores André Machado de Souza (EE Tiradentes), Giulianne Ferreira Zagury Gomes (Eeti Jacimar da Silva Gama) e Chiara Andrezza Alves Furtado (EE Vicente Telles de Souza) também foram reconhecidos pela competição nacional, que, em 2020, contou com 130 mil estudantes, 6 mil docentes e 3,5 milhões de atividades realizadas.

Entre os dias 1º e 31 de outubro, os estudantes e educadores participantes utilizaram a Inteligência Artificial (IA) da startup ChatClass, organizadora da disputa, para realizar atividades de forma dinâmica e intuitiva pelo WhatsApp, treinando a fala, escrita, leitura e escuta. A Olimpíada de Inglês premiou, em diversas categorias, os melhores colocados no ranking nacional.

“Isso mostra que temos talentos em todas as escolas da Secretaria de Educação. Basta o professor ser garimpeiro de pedras preciosas, mediador e motivador de sonhos. Mesmo durante uma pandemia, diante do medo de contaminação pela Covid-19, a EE Tiradentes mostra, mais uma vez, sua competência e seus jovens talentos da comunidade de Petrópolis”, afirmou o professor André Machado de Souza, 1º colocado do Amazonas.

Vencedor na categoria Ensino Médio Avançado – e aluno de André -, Iago Nogueira confessa que chegou a não acreditar que conseguiria conquistar o 1º lugar. “Comecei um pouco mais tarde, mas decidi tentar e seguir. Lembro de dizer para a minha mãe que eu não tinha chance nenhuma, mas ela me aconselhou a continuar tentando e dando o meu melhor. Em mais ou menos três dias, eu já estava em 5º lugar”, contou Iago.

“É muito legal ver as oportunidades que o Inglês tem me dado durante toda a minha vida e sou muito agradecido por isso. Sou grato, também, a todas as pessoas que têm me apoiado e incentivado a não desistir. Há uma coisa que nós temos que ter em mente: não devemos desistir dos nossos sonhos”, completou o estudante da EE Tiradentes.

Primeiro lugar na categoria Ensino Médio Intermediário, Karla Ramisa, da EE Vicente Telles de Souza, revela que ficou “extremamente feliz” com o resultado. “Vinha me preparando há algum tempo, mas de maneira leve e divertida. Eu amo estudar Inglês, então foi uma tarefa prazerosa e, com isso, veio o primeiro lugar”, acrescentou a jovem.

A professora de Karla, Chiara Andrezza Alves Furtado, participou pela segunda vez da Olimpíada de Inglês. Na edição passada, ela ficou em segundo lugar e, nesta, em terceiro. “Os alunos se motivam bastante com a disputa, o que gera uma competitividade na escola toda. Isso faz com que eles se interessem mais por Inglês e me procurem para ajudá-los. Os estudantes também têm acesso ao ranking [da Olimpíada], o que torna a competição ainda mais acirrada”, entregou a docente.

Premiação

Os alunos vencedores receberão medalhas, certificado para currículo, grupo de conversação, exame de Inglês TOEFL Junior, cursinho on-line da Stoodi e com a Embaixada Americana e tutorial virtual com professor de Inglês durante três meses. Já os educadores campeões ganharão medalhas, certificado, livros didáticos, curso Cambridge University Press, formação on-line da FTD e imersão virtual com formadores internacionais.

Sobre a Olimpíada

A ChatClass, edtech que visa democratizar o ensino bilíngue por meio de tecnologias já inseridas no cotidiano dos alunos, juntamente com o Escritório de Ensino de Língua Inglesa (RELO) da Embaixada e dos Consulados dos EUA no Brasil, convidou estudantes e professores de escolas públicas e particulares do País para participar, de 1º a 31 de outubro, da segunda Olimpíada de Inglês. O concurso cultural tem como objetivo estimular o ensino de Inglês, com tecnologias já inseridas no cotidiano dos alunos em idade escolar.

Com informações da assessoria