Curiosidades Vídeos

Estudantes usam colchão para aparar guarda-roupa arremessado de prédio em mudança e vídeo viraliza; assista

Redação..
Postado por Redação..

Móvel ficou destruído após queda do primeiro andar da Casa do Estudante de Gurupi. Vídeo tem milhares de visualizações em redes sociais e virou meme.

Um vídeo da tentativa de uma mudança viralizou na internet. Um guarda-roupa ficou destruído depois que um grupo de universitários tentaram descê-lo do primeiro andar para o térreo da casa do estudante em Gurupi. Eles usaram colchões que seriam para amortecer a queda, mas a ideia não deu certo. No post em uma rede social de uma amiga dos estudantes, o vídeo alcançou mais de 650 mil vizualizações e mais de 4,2 mil compartilhamentos em três dias.

A técnica de enfermagem, Sámara Dias, foi quem publicou o vídeo e diz que não esperava a repercussão. “Não está dando para acompanhar”. O vídeo também ganhou versão mixada e vários memes estão sendo reproduzidos. Segundo os moradores a repercussão se estendeu também pelas universidades de outros estados.

O caso aconteceu na última quarta-feira (31) na Casa do Estudante de Gurupi, na região sul do Tocantins. Os alunos contam que precisavam descer o quarda-roupa que era de uma antiga moradora para liberar espaço, mas ele não passava nas escadas. “Só cabe uma pessoa de cada vez na escada”, disse um estudante.

João Neto Matos, presidente da Casa do Estudante, citado no vídeo, estuda agronomia e foi o responsável pela ideia. Ele aparece segurando o guarda-roupa e diz que pensou na possibilidade de dar errado, mas colocou os colchões para amortecer o impacto. “Essa foi a única alternativa e precisávamos tirar o guarda-roupa. Sabíamos que o ideal seria desmontar, mas não fizemos isso. Depois do post meu celular não para de receber notificações, rieem de mim na faculdade e até na auto-escola”, diz.

André Lucas Furtado de 23 anos é estudante de direito em uma faculdade particular e aparece rindo no vídeo. Ele conta que avisou desde o início que a ideia não daria certo e propôs que cordas fossem amarradas no móvel para auxiliar na descida. “Eu avisei várias vezes. Além da altura, o material do guarda-roupa não é bom. Não teria como dar certo”.

Segundo André, após a repercussão ele precisou desligar o celular por que não parava de tocar e foi recebido na sala de aula com aplausos. “Todos que estavam no vídeo ficaram conhecidos, mas as pessoas ficam se perguntando: ‘como estudantes podem ter uma ideia dessas?’, como se estivessem duvidano da nossa inteligência”, conta.

A dona do guarda-roupa, Bruna Skarleth Vieira, estudante de estética, que agora mora em outra cidade, disse que ficou sabendo de tudo através do vídeo. Ecomo todos, brinca com a história. “Estou pensando se perdoo eles. Meu guarda-roupa era novo”.

A estudante diz que até agora não entende qual era a verdadeira intenção e pretende ir buscar os outros móveis o mais rápido possível. “Eu estava na esperança de montar uma casa, mas agora ficou difícil. Estou com medo de jogarem minha cama também”, brinca.

 

Fonte: G1

Comentários

comentários


Deixe um comentário