TV e Famosos

‘Eu vou trabalhar de graça?’, diz Sikêra sobre receber R$ 120 mil de propaganda do Ministério da Saúde

Foto: Reprodução

O apresentador Sikêra Júnior foi contestado pelo Jornal Folha de São Paulo, sobre ter recebido R$ 120 mil de propaganda do Ministério da Saúde e rebateu dizendo “eu vou trabalhar de graça?”. O documento que consta os repasses foi apresentado para a CPI da Covid-19, que aconteceu no Senado Federal, e o jornal paulista teve acesso.

De acordo com a reportagem, ao todo foram sete repasses feitos de dezembro do ano passado até abril deste ano, referente a participações do apresentador em sete campanhas publicitárias. Em seu programa, o Alerta Nacional, Sikêra contou para o público que foi procurado pelo jornal e justificou que vive de propaganda e deu mais detalhes.

“Estão questionando que o Sikêra recebeu dinheiro da Saúde [Ministério]. Recebi, do Ministério da Saúde. E eu vou trabalhar de graça é?! Eu vivo de que?! De propaganda né. Eu vendo aqui caixão, terreno, carro, redução de parcela de carro. Eu vendo aqui sorvete, dentista, remédio, vitamina do Sidney Oliveira… ” e continuou o apresentador.

Chamando atenção diretamente dos jornalista da Folha de São Paulo, Sikêra justificou que é profissional e anunciaria até o jornal paulista se pagasse. “Leia a Folha de São Paulo. Assine. Se você me pagar? Eu vivo disso. Inclusive não tem uma cota, um dinheirinho para botar aqui não?”, disse Sikêra.

Segundo o jornal, entre as campanhas de Sikêra para o Ministério da Saúde, estão contra o mosquito aedes aegypti, sobre o retorno seguro das atividades econômicas, a favor do atendimento precoce para pacientes com suspeitas de Covid-19, além do lançamento da cédula de R$ 200, entre outros. Confira os detalhes na reportagem da Jornal Folha de São Paulo.

Confira a fala de Sikêra:

 

 

Portal Manaus Alerta