Cidades

Ex-comandante do CMA, general Antonio Miotto, morre de Covid-19 aos 65 anos

O governador do Amazonas, Wilson Lima, lamenta o falecimento, nesta quarta-feira (20), do general do Exército, Antonio Miotto, ex-chefe do Comando Militar da Amazônia (CMA), vítima da Covid-19. Ao prestar condolências pela perda, o governador destaca a dedicação e o trabalho prestado pelo general ao País, em especial à Amazônia, quando, à frente do CMA, comandou ações militares e de cooperação para ampliar serviços prestados à população da região, principalmente na área da saúde.

Além de comandante do CMA, o general ocupou outros cargos de alto comando do Exército, como comandante militar do Sul e, atualmente, se encontrava na reserva. O governador Wilson Lima se solidariza com a dor de familiares e amigos e agradece os serviços prestados pelo general Miotto à Amazônia, em especial ao Amazonas.

O Comandante Militar da Amazônia, em nome dos demais integrantes do CMA, solidariza-se com familiares e amigos do GEN MIOTTO, e expressa as mais sinceras condolências pela perda, agradecendo a dedicação e o trabalho prestado à Amazônia, ao Exército Brasileiro e ao Brasil.

Com informações do Governo do Amazonas