Política

Ex-prefeito de Parintins tem prestação de contas reprovada pelo TCE

A não comprovação de execução, do contrato de serviços de emergência que deveria ter sido realizado no lixão de Parintins, foi uma das principais irregularidades- foto: Ana Cláudia Jatahy/TCE
Redação
Postado por Redação

A não comprovação de execução, do contrato de serviços de emergência que deveria ter sido realizado no lixão de Parintins, foi uma das principais irregularidades que levaram o colegiado a desaprovar a prestação de contas do ex-prefeito do município de Parintins Carlos Alexandre Ferreira da Silva, referente ao exercício de 2013.

De acordo com o relator do processo, conselheiro Érico Desterro, o gestor também cometeu impropriedades como a falta de relatório de controle interno da prefeitura e o atraso na remessa de dados, pelo Sistema Auditor de Contas Públicas (ACP), por oito meses (abril a dezembro, 2013). Pelas irregularidades foram aplicadas multas e glosa que ultrapassam R$ 1,3 milhão. O gestor ainda pode recorrer da decisão.

O ex-prefeito de Juruá, Edézio Ferreira da Silva, também teve a prestação de contas, exercício de 2008, julgada irregular pelo pleno do Tribunal de Contas. O responsável pela relatoria do processo, conselheiro Julio Pinheiro, informou que a não comprovação de despesas com material hospitalar, odontológico, ambulatorial, de higiene e medicamentos foi uma das impropriedades que fizeram o colegiado tomar a decisão. O valor que o ex-prefeito terá que devolver aos cofres públicos é de quase R$1 milhão, num prazo de 30 dias.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários



Deixe um comentário