‘Existe um descrédito muito grande’, diz Bolsonaro sobre vacina da China

Foto: Tv Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou novamente que o Brasil não comprará vacinas da China, após toda a confusão envolvendo a compra de Coronavac, vacina que está sendo produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a China. As declarações foram dadas em entrevista à rádio Jovem Pan, na quarta-feira (21).

Bolsonaro disse que a origem da vacina chinesa e a falta de comprovação científica impossibilitam a compra do produto. “Da China não compraremos. Não acredito que ela transmita segurança para a população pela sua origem. Temos certeza que outras vacinas que estão em estudo poderão ser comprovadas cientificamente”.

Para o chefe do Executivo, a confiança é a chave principal que levou a não aquisição. “A ideia é dar ‘xxx’ (suposição de valor) a outras vacinas mais confiáveis. Com a da China, lamentavelmente, já existe um descrédito muito grande por parte da população”.

Lei a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.