Fapeam prorroga abertura de contas do PCE até 25 de setembro

Foto: Érico Xavier/Fapeam

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) prorrogou até 25 de setembro, o prazo para abertura de contas, no Bradesco, para professores e estudantes do Programa Ciência na Escola (PCE), edital N° 001/2020. 

O prazo de abertura de contas foi estendido para evitar aglomerações em agências bancárias do Bradesco da capital e do interior do estado, como medida de cuidado e prevenção à Covid-19.

Desde o retorno de suas atividades, o Governo do Amazonas, por meio da Fapeam, tem adotado ações de cuidado e prevenção à propagação do novo coronavírus, patógeno causador da Covid-19.

A Fapeam reforça que a abertura de contas deve ser feita diretamente nas agências do Bradesco, conforme já orientado pela Fundação aos coordenadores dos projetos para evitar possíveis taxas.

O PCE é um Programa criado pela Fapeam, desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto e Secretaria Municipal de Educação (Semed/Manaus), direcionado a professores e estudantes da educação básica de escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus em projetos de pesquisa científica e de inovação tecnológica.

A Edição 2020 contemplou 600 projetos submetidos por professores de 33 municípios do Amazonas, incluindo a capital. Serão implementadas 2,4 mil bolsas, sendo 1,8 mil bolsas para estudantes e 600 para professores.

O PCE conta com investimento de R$ 3.366.000,00 (três milhões, trezentos e sessenta e seis mil reais). O valor da bolsa para Iniciação Científica Tecnológica Júnior (estudante) é de R$ 150 por cinco meses, e para Professor Ciência na Escola o valor é de R$ 560, por seis meses, durante o desenvolvimento dos projetos.

(*) Com informações da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam)