Cultura Destaques

Feira criativa valoriza comunidade no Centro Antigo de Manaus

A Feira do Paço, promovida pelo Instituto Amazônia desde 2016, é um dos grandes eventos responsáveis por trazer o público ao centro histórico- foto: divulgação/Assessoria
Redação
Postado por Redação

O marco zero da cidade de Manaus voltou a respirar cultura e a ser um dos principais pontos turísticos da capital. Quem transita nos arredores da Praça Dom Pedro II têm a oportunidade de conhecer o museu Paço da Liberdade, Hotel Cassina, Palácio Rio Branco entre tantos outros prédios históricos que chamam a atenção da população manauara.

A Feira do Paço, promovida pelo Instituto Amazônia desde 2016, é um dos grandes eventos responsáveis por trazer o público ao centro histórico. A artesã Cris Decoflor, 40, se apaixonou pelo local após participar da feira criativa. “Os imóveis estavam fechados, as pessoas não queriam morar lá. Tinha até preconceito e uma visão do passado. Mas graças a esses eventos hoje as pessoas estão tendo interesse em participar das atividades e até em morar [na Comunidade São Vicente]”.

Outros projetos como a Casa do Frei, Casa da Música e o espaço cultural Caminhos da Arte têm atraído a própria comunidade e moradores de outros bairros. Cris, por exemplo, passou por todo o processo de qualificação para geração de renda e também notou a melhora na auto estima da comunidade, até que decidiu viver em um dos apartamentos da área, que estava desocupado há muito tempo.

Um dos organizadores da Feira do Paço, que acontece no segundo domingo de todo mês, ressalta que as edições têm atraído cada vez mais pessoas, reafirmando a importância do evento no calendário cultural de Manaus.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários


Deixe um comentário