Feiras de Produtos Regionais devem movimentar R$ 18,5 milhões em 2017

O aumento deve acontecer graças à expansão da iniciativa, para o interior, em pelo menos mais nove municípios- foto: Valdo Leão/Secom

Maior vitrine dos produtores rurais do Estado, as Feiras de Produtos Regionais promovidas pelo Governo do Amazonas, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), devem movimentar R$ 18,5 milhões em 2017. O aumento deve acontecer graças à expansão da iniciativa, para o interior, em pelo menos mais nove municípios.

O valor esperado para este ano é 85% superior ao de 2016, quando as feiras realizadas na capital, onde as mercadorias são vendidas diretamente pelo produtor rural, apresentam preços até 30% mais baratos para o consumidor e movimentam cerca de R$ 10 milhões em vendas, número maior que os R$ 7,5 milhões registrados em 2015.

A expansão já começou e no último dia 31, o município de Rio Preto da Eva foi o primeiro a receber o projeto. De acordo com o presidente da ADS, Lissandro Breval, neste ano, outras nove feiras devem ser inauguradas em parceria com o Fundo de Promoção Social (FPS). “A iniciativa beneficia ainda mais os agricultores e produtores rurais do Amazonas, contribuindo com a melhoria de qualidade de vida e a renda dessas famílias”, frisou.

Municípios

Os municípios de Itacoatiara, Manacapuru, Benjamin Constant, Tefé, Iranduba, Maués, Lábrea, Tonantins e Manaus deverão receber a Feira no decorrer de 2017. “A proposta é criar cada vez mais espaços onde os produtores possam expor seus itens, eliminando a figura do atravessador. Assim, a produção é incentivada no Amazonas, principal proposta da Matriz Econômica Ambiental, lançada pelo governador José Melo”, complementou Breval.

Participam das feiras, hoje, 57 cooperativas, associações e produtores rurais individuais. Em todo o Amazonas, as feiras beneficiam 2.630 famílias e, com base em cálculos da ADS, a renda familiar dos agricultores aumentou em mais de 80% com a retirada do atravessador do processo de comercialização.

Com informações da assessoria