Destaques Economia

Feiras de Produtos Regionais devem movimentar R$ 18,5 milhões em 2017

O aumento deve acontecer graças à expansão da iniciativa, para o interior, em pelo menos mais nove municípios- foto: Valdo Leão/Secom
Redação
Postado por Redação

Maior vitrine dos produtores rurais do Estado, as Feiras de Produtos Regionais promovidas pelo Governo do Amazonas, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), devem movimentar R$ 18,5 milhões em 2017. O aumento deve acontecer graças à expansão da iniciativa, para o interior, em pelo menos mais nove municípios.

O valor esperado para este ano é 85% superior ao de 2016, quando as feiras realizadas na capital, onde as mercadorias são vendidas diretamente pelo produtor rural, apresentam preços até 30% mais baratos para o consumidor e movimentam cerca de R$ 10 milhões em vendas, número maior que os R$ 7,5 milhões registrados em 2015.

A expansão já começou e no último dia 31, o município de Rio Preto da Eva foi o primeiro a receber o projeto. De acordo com o presidente da ADS, Lissandro Breval, neste ano, outras nove feiras devem ser inauguradas em parceria com o Fundo de Promoção Social (FPS). “A iniciativa beneficia ainda mais os agricultores e produtores rurais do Amazonas, contribuindo com a melhoria de qualidade de vida e a renda dessas famílias”, frisou.

Municípios

Os municípios de Itacoatiara, Manacapuru, Benjamin Constant, Tefé, Iranduba, Maués, Lábrea, Tonantins e Manaus deverão receber a Feira no decorrer de 2017. “A proposta é criar cada vez mais espaços onde os produtores possam expor seus itens, eliminando a figura do atravessador. Assim, a produção é incentivada no Amazonas, principal proposta da Matriz Econômica Ambiental, lançada pelo governador José Melo”, complementou Breval.

Participam das feiras, hoje, 57 cooperativas, associações e produtores rurais individuais. Em todo o Amazonas, as feiras beneficiam 2.630 famílias e, com base em cálculos da ADS, a renda familiar dos agricultores aumentou em mais de 80% com a retirada do atravessador do processo de comercialização.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários


Deixe um comentário