Fiscalização fecha três festas com aglomeração e descumprimento de decreto em Manaus

Foto: Divulgação

A Central Integrada de Fiscalização (CIF) fechou três festas, sendo uma clandestina, com mais de mil pessoas, durante vistoria na noite de sábado (28) na capital amazonense. Durante as ações, foram fiscalizados oito estabelecimentos, incluindo bares próximos à praça da saudade, no Centro.

Conforme a polícia, o evento “Boteco do Boi”, que acontecia no Atlético Rio Negro Clube, foi fechado. Os proprietários foram autuados pelos agentes da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) por aglomeração e também por realizar evento em período proibido de atividades. O evento foi ainda notificado pelo Corpo de Bombeiros por não apresentar documentos tipo AVCB.

De acordo com o comandante da operação, major Marco Gama, outro evento no Olímpico Clube foi fechado por aglomeração e por funcionamento em período proibido. São irregularidades passíveis de multa. “Os locais estavam descumprindo o decreto e atentando contra a saúde, são festas que foram fechadas e notificadas”, informou.

Ainda segundo o major, na festa clandestina “Sunset”, realizada no haras Bom Sucesso, ramal do Bahia, zona oeste, foram flagradas mais de mil pessoas aglomeradas. O organizador da festa foi autuado pela Visa Manaus por realizar evento que está suspenso e causar aglomeração.

“O proprietário foi conduzido ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de desobediência, e vai responder na justiça”, disse Gama.

Com informações da assessoria