Início Amazonas Flamengo anuncia ajuda com oxigênio para vítimas da Covid-19 no Amazonas

Flamengo anuncia ajuda com oxigênio para vítimas da Covid-19 no Amazonas

Fonte: Twitter/Reprodução

Diante das recentes dificuldades do Estado do Amazonas no enfrentamento da Covid-19 , o Flamengo , através de seu movimento Nação Solidária, se uniu a empresas licenciadas, lojas oficiais, comerciantes do Complexo do Chapadão e a empresa de logística Pexlog para ajudar a campanha SOS AM, que capta recursos para a compra de oxigênio.

O informe da ação se deu nesta quarta-feira, via assessoria de imprensa do clube.

— Todo o Brasil está acompanhando os últimos acontecimentos no Amazonas e o Flamengo não poderia deixar de usar sua força para ajudar, dentro do possível, a diminuir o sofrimento das pessoas. Agradecemos aos nossos parceiros, fundamentais nesta ação, e convocamos a Nação Rubro-Negra para participar do leilão das camisas autografadas – disse Gustavo Oliveira, vice-presidente de Comunicação e Marketing do Flamengo.

Além da renda das camisas oficiais autografadas que estão sendo leiloados on-line, haverá distribuição de álcool em gel e máscaras de proteção a doentes que estejam aguardando por vagas, internados e familiares nos hospitais.

A entrega será feita pelos projetos sociais que estão mobilizados para a campanha: Salaada Solidário, Borajudar, Amor Sem Caô, Instituto Ágape Manaus, Mais Amor AM, Projeto Social Somar, Instituto Tchibum, ONG Moradia & Cidadania AM, Razões Para Acreditar, GAV Grupo de Apoio Voluntário, Vidativa, Global Shapers Manaus, Instituto Nossa Jornada e Voaa.

— As unidades de álcool em gel e as máscaras serão distribuídas aos familiares dos pacientes que aguardam na porta dos hospitais, que estão lotados. Há, na verdade, mais gente fora do que dentro dos hospitais porque, como não há leitos para todos, as pessoas ficam na porta esperando vagas serem abertas. A distribuição será feita pelos projetos sociais parceiros, que organizam a campanha, na porta dos hospitais e das UBSs (Unidade Básica de Saúde) – falou Camila Nascimento, gerente do departamento de Responsabilidade Social do Flamengo.

As informações são do IG