Brasil

‘Foi só selinho’, diz pastor ao negar importunação sexual em menina de 14 anos

Foto: Reprodução: arquivo pessoal

Em depoimento à Polícia Civil de Goiás na tarde dessa sexta-feira (23), o pastor investigado por importunação sexual contra uma adolescente de 14 anos em Goiânia negou a acusação feita pela própria vítima e pelo Conselho Tutelar. Filmado secretamente beijando a menina, ele disse que se tratou de “apenas um selinho”.

Identificado como Otacílio Emanuel, o religioso também negou que tenha oferecido dinheiro à menina, ainda que no vídeo gravado e entregue à polícia, ele apareça perguntando se ela quer “mais 10 Reais”.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta