Fotodepilação provoca queimaduras de 2º grau em modelo

196
As imagens das pernas de Laura Cavalcante servem como alerta. A modelo não divulgou o nome da clínica e o processo corre em sigilo.- Crédito: Laura Cavalcante/Arquivo Pessoal/Reprodução

Laura Cavalcante, de 23 anos, publicou em seu perfil no Instagram uma denúncia contra uma clínica de Maceió (AL). Segundo a modelo e surfista, ela sofreu queimaduras de 2° grau ao passar por um procedimento estético.

A equipe de marketing da clínica, de acordo com o relato de Laura Cavalcante, entrou em contato oferecendo uma fotodepilação gratuita para que o procedimento fosse divulgado nas redes sociais. O procedimento deveria ser realizado na parte posterior da coxa e, na região da virilha, um clareamento na pele.

“Senti muita dor. Disseram que era normal”, contou ao G1. “Assim que acabou, já tinha mancha escura. Comecei a tremer, aí chamaram outra profissional e nada resolvia. Eu fui quem decidi ir pra o hospital, quando já estava fora de mim de dor e tremedeira.”

As imagens das pernas de Laura Cavalcante servem como alerta. A modelo não divulgou o nome da clínica e o processo corre em sigilo.

“Levei esse tempo todo para falar sobre o caso por que tentei resolver de forma amigável, mas não deu certo. Resolvi procurar a Justiça e tornei público nas minhas redes para alertar às pessoas sobre os perigos desse tipo de procedimento”, disse.v

Fonte: Catraca Livre