Cidades Destaques

Francisca Mendes implanta exame para medir eficácia de antibiótico

A unidade é a única da rede pública de saúde a oferecer esse exame cuja importância se deve ao fato de que o mesmo indica se a dosagem ministrada do antibiótico está adequada para produzir o efeito curativo- foto: divulgação/Assessoria
Redação
Postado por Redação

O Hospital Universitário Francisca Mendes, vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), passou a realizar a partir do mês de agosto desse ano um exame específico para medir a eficácia do antibiótico Vancomicina, utilizado no tratamento dos pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que apresentam quadro de infecção.

A unidade é a única da rede pública de saúde a oferecer esse exame cuja importância se deve ao fato de que o mesmo indica se a dosagem ministrada do antibiótico está adequada para produzir o efeito curativo.

O diretor-presidente do Hospital Francisca Mendes, Pedro Elias de Souza, relata que os pacientes internados nas UTIs geralmente são pacientes com quadros de doenças graves e que apresentam baixa resistência a infecções. Os pacientes que adquirem alguma infecção precisam ter esse quadro tratado e a Vancomicina é o medicamento mais indicado para o tratamento.

O farmacêutico bioquímico Rogério Lobo explica que anteriormente o antibiótico era utilizado de forma empírica, com definição das dosagens feita com base no peso do paciente. “A primeira dosagem é definida assim. O diferencial é que após 72 horas do início do tratamento é feita uma coleta de sangue para verificar a eficácia do tratamento”, destaca.

Ele informa que o novo exame permite verificar se a dosagem de medicamento aplicada está adequada ou precisa ser ajustada. “Cada paciente será avaliado individualmente e terá sua dose de medicação adequada de acordo com a resposta que o organismo indicar nos exames”, relata Lobo. O resultado do exame sai em no máximo seis horas.

O farmacêutico destaca que esse exame traz benefícios para o próprio paciente que terá acesso a um tratamento mais eficaz, reduzindo o tempo de tratamento e de internação. Há também benefícios para a unidade de saúde que poderá ter economia no uso de medicamentos e também poderá atender um maior número de pacientes que necessitam de tratamento na UTI.

Lobo destaca que o uso inadequado do antibiótico Vancomicina pode trazer alguns malefícios para o paciente. “A dosagem para menos pode provocar a resistência do paciente ao medicamento e a dosagem para mais pode provocar quadro de toxicidade no organismo, trazendo problemas em longo prazo, entre eles a insuficiência renal e problemas no aparelho auditivo”, detalhou.

A unidade implantou um protocolo interno de utilização da Vancomicina, estabelecendo os critérios para utilização do medicamento tanto em pacientes adultos quanto em crianças. “Os pacientes adultos se comportam diferente das crianças com relação ao medicamento, isso nós descobrimos a partir dos resultados dos exames e nos permitiu criar e aplicar os protocolos”, relata Lobo.

O diretor da unidade explica que a instituição já possuía o equipamento e que a partir do mês de agosto passou a adquirir os insumos necessários para realizar o exame. “Nós estamos constantemente trabalhando para ofertar o melhor tratamento aos nossos pacientes e já pudemos perceber que esse é um exame que vai melhorar a qualidade de vida do paciente”, disse Pedro Elias.

A direção informa que está na programação da unidade a aquisição de insumos para disponibilizar outros exames que meçam a eficácia de outros medicamentos utilizados no tratamento de pacientes internados no hospital.

O Hospital Universitário Francisca Mendes é referência no atendimento de saúde pública na área de cardiologia, ofertando consultas ambulatoriais e cirúrgicas cardíacas em adultos e crianças. O acesso ao atendimento é feito através de encaminhamento médico e a marcação das consultas, exames e cirurgias é feita através do Sistema de Regulação (Sisreg).

Com informações da assessoria

Comentários

comentários

Deixe um comentário